RCB/TuneIn
Quarta, 13 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
DEPOIS DA CEREJA, CASTANHA RECHEIA NOVO PASTEL NA PARIS
Rádio Cova da Beira
Depois do pastel de cereja, a pastelaria Paris lança um novo pastel, agora com sabor a castanha. A nova oferta foi ontem apresentada pelo chefe pasteleiro Jorge Machado, que depois de várias experiências, chegou à receita final.
Por Paula Brito em 18 de Oct de 2019

“Tentámos melhorar a receita, que já tinha feito várias vezes, mas agora como estamos a chegar ao Outono, precisamos de um pastel que seja mais consistente, mais confortável, e experimentei essa polpa de castanha. E apesar de não sermos uma zona de muita castanha, conseguimos arranjar castanha com fartura.”

A ideia é ter um pastel adequado a cada época do ano, e a expectativa do empresário fundanense é que o pastel de castanha tenha o sucesso do de cereja.

“Eu espero que sim, as pessoas devem experimentar, e se resultar estou a pensar em adequar essa pasta de castanha a outras massas, folhada, filó.”

Na apresentação do novo pastel, o representante da AHRESP, - Associação de Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, Vítor Marques, salientou o empreendedorismo de Jorge Machado em criar um produto que alavanca em simultâneo um negócio e um concelho.

“Esta embalagem vem dignificar, não só o produto que vem lá dentro, o pastel de castanha, mas também tem fortes referencias ao Fundão. E associar estes produtos, valoriza não só o próprio negócio, mas também vem dignificar o trabalho de promoção que tem sido feito pela câmara municipal do Fundão.”

Em representação do município, Patrícia Ramos, coordenadora do gabinete de turismo, deu as boas vindas a uma nova oferta de um produto turístico no Fundão.

“À semelhança do que fizemos com o pastel de cereja, que hoje toda a gente que vem ao Fundão vem à procura do pastel de cereja, de certeza que este também vai fazer as delícias de quem nos visita.”  No último ano foram mais de 30 mil os que procuraram a rede de postos de turismo do concelho “e procuram levar uma lembrança e essa referência da qualidade dos produtos do Fundão, seja pastelaria, vinhos, azeite, artesanato…”

O pastel tem um custo unitário de 1.20 euros, e pode ser adquirido numa embalagem de três pasteis protegidos com um papel onde se destaca uma pintura da igreja matriz do Fundão. Mas outros motivos de interesse, do concelho, se vão seguir, assegura o empresário fundanense.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados