RCB/TuneIn
Terça, 22 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
FUTSAL: AD FUNDÃO PERDE(COM INFLUÊNCIA) EM CASA
Rádio Cova da Beira
Afinal ainda não foi desta. Ao não assinalarem uma falta contra a Burinhosa aos 37', num lance em que o guarda-redes João Azevedo defendeu com o braço fora de área um remate de Mário Freitas, e que daria expulsão, pode dizer-se que a dupla de arbitragem(Alexandre Costa/Carlos Dias) teve influência no resultado final. A AD Fundão perdeu por 3-2, com o último golo sofrido de livre 10 metros aos 40
Por Miguel Malaca em 28 de Sep de 2019

A equipa de João Nuno Ribeiro/Nuno Couto ainda não venceu em casa esta época.

A AD Fundão vinha de duas vitórias seguidas fora e queria ganhar perante os seus adeptos, e até tinha tudo para conseguir alcançar mais três pontos, uma vez que aos 38' vencia por 2-1, e tinha conseguido fazer o mais difícil, isto é, dar uma "cambalhota" no marcador. No entanto, com uma auto-golo de Hirata aos 38', após remate de Ricky, e uma falta(6ª) de Bocum no último minuto, que originou a marcação de um livre de 10 metros, e que Mateus não perdoou,  a vitória sorrir à turma do concelho da Marinha Grande(a 1ª da temporada da equipa de Alex Pinto).

Ao intervalo, a Burinhosa vencia e vencia bem por 1-0, foi o melhor conjunto na quadra, e o golo surgiu aos 7' por intermédio de Espanhol. A Desportiva do Fundão pouco perigo criou nesse período e pode mesmo dizer-se que a ADF "deu" 20 minutos ao adversário, mas atenção, houve mérito da equipa, na forma como conseguiu maneatar o futsal da ADF. 

Na segunda parte, praticamente só deu Fundão. A equipa beirã esteve muito bem, praticou bom futsal, criou várias situações de golo, incluindo remates ao poste e barra, respectivamente, de Bocum e Hirata. Mário Freitas aos 26' empata a partida, com justiça, António Hirata faz 2-1 aos 32', quando os fundanenses dominam o jogo por completo, onde por vezes apareciam algumas transições do Burinhosa, mas sem perigo.

Aos 37' surge o tal lance da defesa fora da área com o braço por parte do guardião da Burinhosa, não assinalada pelos árbitros (3 !), e a reviravolta aparece nos últimos dois minutos de jogo.

A jogar com o guarda-redes avançado, e sem soluções para chegar ao golo, Ricky aos 38' rematou de longe, o esférico bateu na cabeça de Hirata, e desviou de Júlio César, aparecendo assim, do nada, o empate a dois.

Aos 40', no derradeiro lance do jogo, e já com as duas equipas com cinco faltas, Bocum "carrega" um jogador adversário, e provoca a sexta falta para a ADF e origina a marcação de um livre de 10 metros, a quatro segundos do fim.

Mateus chamado a converter não falhou, e fez o 3-2 final. 

Derrota injusta para a AD Fundão, principalmente pela excelente 2ª parte realizada e pelas oportunidades criadas e desperdiçadas, mas disso, e dos erros do adversário, não tem culpa o Burinhosa.  

A arbitragem de Alexandre Costa de Aveiro e Carlos Dias de Coimbra, foi elo mais fraco, com influência no resultado. 

Após quatro jornadas disputadas na Liga Placard, a AD Fundão tem duas vitórias e duas derrotas(ambas em casa), e soma 6 pontos.

Na próxima ronda (7ª), os fundanenses deslocam-se dia 7 de outubro(segunda-feira) a Ponte de Sor, para defrontar o Eléctrico local.

O jogo está marcado para as 20 horas. 

Relato na RCB.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados