RCB/TuneIn
Domingo, 15 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
JOGO DE EMO??ES D? VIT?RIA AO BENFICA
Num jogo com muitos per?odos de equil?brio, com v?rias altera??es no resultado e emotivo do principio a fim, os campe?es da Europa levaram a melhor sobre a Desportiva do Fund?o apenas na lotaria das grandes penalidades.
Por José Joaquim Ribeiro em 16 de May de 2010
O resultado registava empate em todos os períodos do jogo. No final da primeira parte a igualdade era de 1-1, no final do tempo regulamentar era de 2-2, no final do prolongamento o empate era a quatro golos. Para que a emoção perdurasse muito contribuiu este equilíbrio no resultado. Foi só na conversão de grandes penalidades que o empate se desfez e só depois de terem sido apontados sete para cada lado. Neste caso foram mesmo os guarda-redes a desempatar. Todos os jogadores de campo converteram as grandes penalidades e só quando foi necessário que fossem os guarda-redes a bater os castigos é que o resultado tombou para as cores encarnadas. Diégo falhou para a Desportiva e Zé Carlos converteu para o Benfica, deixando os encarnados em boa situação de prosseguir na prova, como já era expectável.

Os fundanenses foram os primeiros a marcar. Jander ocorreu , muito lesto, a finalizar uma jogada que Júlio César conduziu pela direita. Sobre o intervalo, Joel Queiroz empatou.

Na segunda parte o Benfica adiantou-se no marcador, com um golo de Arnaldo, mas Júlio César voltou a colocar a igualdade no marcador. Até ao final do tempo regulamentar não mais se ia alterar.

No prolongamento Joel Queiroz voltou a colocar o Benfica na frente, mas como César Paulo foi excluído, por duplo amarelo e a equipa encarnada ficou reduzida a 4 elementos, a Desportiva aproveitou esse facto para, por Júlio César, colocar o resultado em 3-3. A dois minutos de se esgotar o prolongamento a Desportiva coloca-se em vantagem, por Bruno César, mas, ainda dentro do mesmo minuto, Marinho repunha tudo como dantes.

Foi com o resultado em 4-4 que se esgotou o tempo de prolongamento. A partir daqui só os penaltis podiam desempatar a contenda. Os fundanenses converteram sete o Benfica introduziu a bola na baliza de Diégo por oito vezes e leva vantagem para o jogo da segunda mão que se realiza no Pavilhão da Luz no próximo sábado, aos 16h30.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados