RCB/TuneIn
Quinta, 21 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
A23 SEM RECEITAS DE PORTAGENS
Rádio Cova da Beira
A concessão da Auto Estrada da Beira Interior (A 23), uma das parcerias público-privadas, é a que exige mais esforço financeiro ao Estado. A indicação surge nos dados da Unidade Técnica de Acompanhamento de Projectos relativos ao primeiro trimestre do ano.
Por Paulo Pinheiro em 09 de Sep de 2019

De acordo com o boletim trimestral, citado pelo CM, o peso financeiro da A23 fica a dever-se ao facto de ter “uma taxa de cobertura de encargos nula até ao afim do prazo de contracto, ou seja, em virtude de as receitas das portagens serem da titularidade da concessionária.  (2032).

 

Os encargos líquidos com as 35 PPP´s activas ascenderam a 493, 6 milhões, entre Janeiro e Março de 2019. O sector rodoviário destaca-se quer pelo peso preponderante que apresenta em termos de número (vinte e uma) quer pelos encargos líquidos, que são 73% do valor global.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados