RCB/TuneIn
Domingo, 17 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
SITUAÇÃO “É INADMISSÍVEL”
Rádio Cova da Beira
O presidente da associação “Malcata com Futuro” pede às entidades competentes para resolverem o problema da falta de água que se faz sentir na barragem do Sabugal. Devido à conjuntura de seca, a albufeira encontra-se em mínimos históricos enquanto que a barragem da Meimoa está praticamente no máximo da sua capacidade.
Por Nuno Miguel em 08 de Sep de 2019
José Costa afirma que a entidade responsável por essa situação é a associação de beneficiários da Cova da Beira, que não tem assegurado da melhor forma a gestão da água entre as duas barragens “a barragem do Sabugal está ligada à barragem da Meimoa por uma conduta. A questão do abastecimento de água está perfeitamente regulada mas toda a situação relacionada com a rega e de transvase de água não está regulada. E por isso a entidade beneficiária, que é a associação de regantes da Cova da Beira, gere como bem entende os dois reservatórios. Mas gere mal porque não há uma compatibilização de interesses de todos os parceiros do território. E a associação de beneficiários da Cova da Beira sangra constantemente a barragem a montante, a situação no Sabugal é de desolação absoluta e a barragem da Meimoa, para a qual os transvases são feitos, está quase em plena carga”.     
O presidente da associação acrescenta que, no caso concreto da aldeia da Malcata, o serviço de abastecimento de água às populações tem sido assegurado pelos bombeiros. Uma situação que o responsável considera inaceitável “é inadmissível que numa aldeia que está rodeada de água como a Malcata as pessoas tenham de ser abastecidas pelos bombeiros neste momento de seca. Há falta de água na aldeia, muitas casas não tem abastecimento público por falta de pressão na rede e a situação da falta de água na barragem do Sabugal atingiu valores mínimos como nunca atingiu. Este ano ficaram visíveis os pilares, os ferros da barragem e parte de uma antiga ponte que ali existia e que estava submersa”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados