RCB/TuneIn
Domingo, 22 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CASTELO BRANCO E GUARDA EM ALERTA VERMELHO
Rádio Cova da Beira
Desde as 00:00h desta quarta-feira, 4 de Setembro, até às 23:59h de domingo, o Governo declarou a situação de alerta de agravamento do risco de incêndio florestal.
Por Paulo Pinheiro em 04 de Sep de 2019

Um despacho conjunto do Ministério da Administração Interna (MAI) e do Ministério da Agricultura refere que a Protecção Civil determinou a passagem de estado de alerta especial nível vermelho do dispositivo especial de combate a incêndios rurais para 13 distritos do centro e norte do país-

Devido às altas temperaturas esperadas para os próximos dias e agravamento do risco de incêndios. os distritos em alerta vermelho, são Castelo Branco, Guarda, Aveiro, Braga, Bragança, Santarém, Coimbra, Portalegre, Porto, Vila Real, Viana do Castelo, Viseu e Leiria.

 

 

A Autoridade Nacional de Emergência de Protecção Civil recorda que durante o PERÍODO CRÍTICO (01 de Julho a 30 Setembro) é: 

PROIBIDO fazer Queimadas Extensivas sem AUTORIZAÇÃO. Informe-se na sua câmara municipal ou pelo 808 200 520.

PROIBIDO fazer Queima de Amontoados sem AUTORIZAÇÃO. Informe-se na sua câmara municipal ou pelo 808 200 520. ÔÄ≠ PROIBIDO utilizar fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural salvo se, usados fora das zonas críticas e nos locais devidamente autorizados, para o efeito.

PROIBIDO fumar ou fazer qualquer tipo de lume nos espaços florestais. ÔÄ≠ PROIBIDO lançar balões de mecha acesa e foguetes. O uso de fogo-de-artifício só é permitido com autorização da câmara municipal.

PROIBIDO fumigar ou desinfestar apiários excepto se os fumigadores tiverem dispositivos de retenção de faúlhas. ÔÄ≠ PROIBIDO usar motorroçadoras (exceto se possuírem fio de nylon), corta-matos e destroçadores nos dias de Risco Máximo. Evite o uso de grades de discos.

 

É OBRIGATÓRIO usar dispositivos de retenção de faíscas e de tapa-chamas nos tubos de escape e chaminés das máquinas de combustão interna e externa nos veículos de transporte pesados e um ou dois extintores de seis Kg, consoante o peso máximo seja inferior ou superior a 10 toneladas.

 

A Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil recomenda ainda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente através da adopção das necessárias medidas de prevenção e precaução, observando a legislação em vigor, e tomando especial atenção à evolução do perigo de incêndio para os próximos dias, disponível nos sítios da internet da ANEPC, do IPMA e do ICNF, ou junto dos Gabinetes Técnicos Florestais das Câmaras Municipais e dos Corpos de Bombeiros


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados