RCB/TuneIn
Domingo, 22 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
SERRA DA ESTRELA INTEGRA REDE MUNDIAL DE GEOPARQUES
Rádio Cova da Beira
A candidatura da Serra da Estrela a Geopark Mundial foi ontem aprovada pela Unesco. A decisão foi tomada pela organização das nações unidas para a educação, ciência e cultura durante a quarta sessão do conselho de geoparques mundiais que termina esta terça-feira na Indonésia.
Por Nuno Miguel em 03 de Sep de 2019
Em comunicado, o presidente da associação “Geopark Estrela” refere que esta decisão “fica agora apenas a aguardar o parecer do conselho executivo da agência das Nações Unidas”. Para Joaquim Brigas a aprovação desta candidatura significa “o reconhecimento do potencial geológico do território e do seu património natural e cultural e, nessa medida, um primeiro passo para o desenvolvimento sustentável de toda a região da Estrela”.
O também presidente do instituto politécnico da Guarda acrescenta que “um efeito natural deste primeiro passo será o aumento do potencial turístico, económico e social dos municípios que fazem parte do território e, consequentemente, o aumento da qualidade de vida das populações”. 
A associação Geopark Estrela é composta por nove municípios dos distritos da Guarda, Castelo Branco e Coimbra (Belmonte, Celorico da Beira, Covilhã, Fornos de Algodres, Gouveia, Guarda, Manteigas, Oliveira do Hospital e Seia) e ainda pelo politécnico da Guarda e pela universidade da Beira Interior. A presidência da associação é assegurada por Joaquim Brigas e a vice presidência por José Páscoa, vice reitor da UBI para as áreas da investigação e projectos.
Neste comunicado, o presidente da associação afirma que “as duas instituições de ensino superior da região pretendem apostar na investigação científica para garantir o melhor conhecimento possível das características do território e as suas potencialidades geológicas e paisagísticas”.
A formação de quadros especializados na preservação ecológica, protecção ambiental e na gestão do turismo são algumas das prioridades do IPG e da UBI. Joaquim Brigas refere que “pretendemos dar resposta às necessidades que precisam de ser colmatadas para conseguirmos manter a área da Serra da Estrela protegida e fazermos um bom uso dos recursos disponíveis”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados