RCB/TuneIn
Segunda, 16 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
ECONOMIA: DINÂMICA DISTRITAL MUDOU PARA MELHOR
Rádio Cova da Beira
A ideia é defendida pelos candidatos do PS pelo distrito de Castelo Branco às próximas eleições legislativas, de seis de Outubro, que reuniram com a Associação Empresarial da Covilhã, Belmonte e Penamacor para analisar potencialidades e constrangimentos ao desenvolvimento do distrito.
Por Paulo Pinheiro em 25 de Aug de 2019

Em comunicado, o PS afirma que no decorrer do encontro os candidatos “deixaram, uma vez mais, um compromisso inequívoco com o interior e com o distrito de Castelo Branco”.

“O Partido Socialista cumpriu com o distrito de Castelo Branco. Ao nível económico a dinâmica distrital mudou muito e para melhor nestes últimos quatro anos. Mais investimento e mais emprego”., referem os socialistas.

Os concelhos do distrito receberam novos investimentos que só foram possíveis “porque este Governo tem dado prioridade ao Interior”, lê-se na nota.

De acordo com o PS, entre 2015 e 2018, o Governo apoiou mais 200 projectos empresariais no Distrito de Castelo Branco e, nas mais diferentes vertentes, do apoio ao emprego à sustentabilidade dos territórios, mais de 700 novas iniciativas foram apoiadas, num montante global superior a 360 milhões de euros de investimento.

A candidatura socialista do distrito de Castelo Branco destaca ainda o regresso do investimento estrangeiro ao distrito e para o futuro próximo, “o Governo PS dedicou 1.700 milhões de euros de fundos comunitários que apoiarão exclusivamente projetos empresariais no Interior. Uma medida de defesa do Interior de grande impacto e que já está em execução”, aponta.

Os candidatos do Partido Socialista pelo círculo de Castelo Branco sublinham também que em 2018, as exportações de bens do distrito atingiram os 416 milhões de euros, num aumento de 4,5% face 2017. Durante a legislatura o aumento de exportações é ainda mais expressivo, cifrando-se em 5,9%, verificando-se igualmente um ligeiro aumento das empresas exportadoras com sede no distrito.

 

“Esta aposta assertiva no investimento contribuiu para uma redução significativa do número de inscritos nos centros de emprego; em 2015 ultrapassava os 13400 e, em 2018, era cerca de 8000. Menos 5400 portugueses, residentes no Distrito de Castelo Branco, no desemprego”, conclui o PS.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados