RCB/TuneIn
Domingo, 22 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
MATÉRIAS PERIGOSAS CONTINUAM A PASSAR POR ALPEDRINHA
Rádio Cova da Beira
Alpedrinha (Fundão) continua à espera da decisão que termine com a passagem de matérias perigosas no interior da vila. A reivindicação não é nova e há cerca de seis ano a câmara municipal do Fundão colocou placas de trânsito proibido na EN18 para aquele género de viaturas, mas a ideia não obteve resultados.
Por Paulo Pinheiro em 19 de Aug de 2019

Já este ano, a assembleia municipal do Fundão aprovou, por unanimidade, uma moção onde se apontam os riscos para “pessoas e bens” de Alpedrinha e refere-se também que está a ser utilizada (EN 18) não permite “a circulação simultânea de duas viaturas pesadas”, além de “ter numerosas curvas e um elevado sombreamento e constante acumulação de gelo”.No texto recorda-se que o percurso efectuado por Alpedrinha é de maior risco do que o da circulação pelos túneis da Gardunha, na A23.

 


Há menos de duas semanas, o assunto esteve novamente em análise no decorrer de uma reunião em Lisboa com o Secretário de Estado das Infraestruturas.
No encontro, os presidentes da câmara municipal do Fundão e da junta de freguesia de Alpedrinha sensibilizaram o membro para a urgência em retirar os camiões de matérias perigosas da estrada que atravessa a vila. numa altura em que está em fase final o processo de classificação como de interesse público o centro histórico da localidade.

 


 Os autarcas colocaram ainda como “uma necessidade urgente” intervir na via que liga a com a fronteira com Castelo Branco (Lardosa).

 


De acordo com o edil fundanense, Paulo Fernandes, que no último encontro do executivo informou os membros do órgão da reunião com o Secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, o município deixou expressa a vontade de, conjuntamente com o Governo, valorizar o terminar ferroviário na zona industrial do Fundão “é uma oportunidade que se abre com as obras que vão ser efectuadas na linha ferroviária da Beira Alta todo o tráfego será feito pela linha da Beira Baixa”, disse o autarca.


Oiça aqui as declarações de Paulo Fernandes:  https://audiomack.com/song/cova-da-beira/sons-2…


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados