RCB/TuneIn
Quinta, 17 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
O NOVO LIVRO DE JOÃO MORGADO
Rádio Cova da Beira
O escritor covilhanense vai lançar o seu novo romance histórico no próximo dia 10 de Setembro. “Fernão de Magalhães e a ave-do-paraíso” encerra a trilogia de João Morgado sobre navegadores e a temática dos descobrimentos. O livro vai ser apresentado no Planetário, em Lisboa, quando se comemoram 500 anos da viagem da circum-navegação.
Por Paula Brito em 15 de Aug de 2019

Depois de “Vera Cruz”, sobre Pedro Álvares Cabral e a sua teoria da descoberta do Brasil, e “Índias”, sobre o lado obscuro de Vasco da Gama e as suas três viagens à Índia, João Morgado encerra a trilogia com um romance histórico sobre Fernão de Magalhães, em que história e ficção se complementam.

“Toda a parte da ficção é uma ficção controlada, é uma ficção de época, é uma ficção que dá coerência àquilo que é conhecido. Esta viagem é, talvez, o que de mais verosímil podemos dizer deste navegador.”

Ao contrário dos anteriores, este livro teve um consultor científico, José Manuel Garcia, “que é o maior especialista em Fernão de Magalhães”, a par dos anteriores, este livro permite traçar o perfil físico e psicológico do navegador que deu a volta ao mundo, metade ao serviço de Portugal, a outra meia ao serviço de Espanha.

“Era um homem muito destemido, bravo em combate, combateu os mouros na Índia, esteve também em Marrocos, um homem que se distinguiu em combate, de feitio muito duro, e foi esse feitio dele que conseguiu levar estes barcos e marinheiros a fazer a maior viagem da sua época.”

Uma viagem preparada com a ajuda de um covilhanense, o cosmógrafo Rui Faleiro, que acabou por não embarcar com Fernão de Magalhães, por mares nunca dantes navegados.

“Porque foi o primeiro homem a descer a América do Sul, a conseguir encontrar o Estreito de Magalhães, que lhe permite passar a América do Sul, e foi o primeiro a navegar o oceano Pacífico, aliás é ele que lhe dá o nome. Foi ainda o primeiro homem a assumir a forma global do nosso planeta, a circundá-lo.”

Uma viagem comandada agora pela pena e estilo de João Morgado, em “Fernão de Magalhães e a ave-do-paraíso”.

O livro está à venda a partir de 3 de Setembro, no dia 10 é feita a apresentação no Planetário, em Lisboa, às 18h 30m, pelo também escritor e professor João Paulo Oliveira e Costa e pelo consultor científico do livro, o historiador José Manuel Garcia.       


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados