RCB/TuneIn
Domingo, 18 Ago 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
EMIGRANTES HOMENAGEADOS EM PEDRÓGÃO DE SÃO PEDRO
Rádio Cova da Beira
A junta da União de Freguesias de Pedrogão de São Pedro e Bemposta, no concelho de Penamacor, homenageou os emigrantes que um dia tiveram de deixar a aldeia à procura de melhores condições de vida.
Por Paulo Pinheiro em 14 de Aug de 2019

Uma estátua, ainda por concluir, situada em frente á porta principal do edifício da junta de freguesia, foi a forma encontrada pela autarquia para perpetuar na freguesia o reconhecimento aos homens e mulheres que sentido grandes dificuldades na vida de então não lhes restou outra alternativa senão emigrar.

 

Foi em 2018 que a ideia foi lançada, um ano depois está concretizada e com emoção. A cerimónia integrou o programa do “Convívio Anual das Freguesias”, que também incluiu uma Eucaristia, uma tarde cultural e muita animação.

Hélder Santo, 51 anos, 37 dos quais fora da freguesia onde nasceu, visivelmente emocionado, agradeceu à junta esta iniciativa

“É um orgulho e agradeço muito à junta. Aquela estátua honra os emigrantes. Pedrógão para mim é tudo. Sou capaz de passar aqui um mês, não preciso de praias nem de confusões porque o sossego e os amigos não têm preço. Acho que o emigrante já merecia há muito tempo esta homenagem porque toda a gente tem alguém na família que foi emigrante. Foi uma bela iniciativa”, disse.

 

Uma justa homenagem aos emigrantes numa freguesia que está de braços abertos para receber, refere o presidente da junta, António Pinto

“Há muitos emigrantes que regressaram e que aqui estão a residir, outros ainda por lá estão e há pessoas que já não voltaram porque perdem ligação à aldeia e temos que tentar fazer o maior número de iniciativas para os cativar a regressar às suas origens. Pedrógão estará sempre de braços abertos para os continuar a receber”, sublinha o autarca.

 

Também emocionado, o vice-presidente da câmara municipal de Penamacor, Manuel Joaquim Robalo, sublinhou a necessidade “de reforçar estes laços, o convívio é fundamental, e tentar cativar os jovens a passar alguns tempos nestes territórios completamente despovoados”.   

 

c/ Luís Seguro 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados