RCB/TuneIn
Terça, 19 Nov 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
GNR: JOÃO SANTOS DEFINE PRIORIDADES
Rádio Cova da Beira
O novo comandante do destacamento da GNR do Fundão quer reforçar as acções de policiamento de proximidade dentro do perímetro urbano da cidade mas também em todas as freguesias rurais do concelho.
Por Nuno Miguel em 13 de Aug de 2019

O objectivo definido, em declarações à RCB, por João Santos que assumiu essas funções no passado dia cinco de Agosto. Mas para já a grande prioridade vai estar assente nas acções de prevenção e vigilância relacionadas com os incêndios florestais “temos estado a realizar policiamento em vários âmbitos. O concelho do Fundão tem vários pormenores de interesse policial desde a parte florestal à própria comunidade e é nesse sentido que eu vou diligenciar a minha acção de comando. Nesta primeira fase vai merecer atenção primordial a questão dos incêndios, que é uma preocupação constante não só do destacamento do Fundão mas de toda a guarda, para minimizar as consequências para a população e para as propriedades perante alguma ocorrência que se venha a verificar. Numa segunda fase irei tentar aumentar o policiamento de proximidade e diligenciar uma maior ligação desta instituição com toda a população da cidade e de cada uma das suas freguesias”. 

 

Já quanto à necessidade de efectuar obras de requalificação no quartel, João Santos refere que as actuais instalações não são um entrave ao desenvolvimento da actividade diária daquela força de segurança mas reconhece que é necessário que essa intervenção possa avançar com brevidade “as instalações do destacamento do Fundão necessitam de algumas obras e, por necessidade, gostaríamos que elas pudessem avançar o mais urgentemente possível. O nosso trabalho operacional em nada está ferido e conseguimos desenvolver o nosso policiamento normal com as instalações que temos agora. No entanto seria uma mais valia e iria aumentar a nossa capacidade operacional se tivéssemos um destacamento mais adaptado porque isso vai levar a um melhor policiamento”.   

 

Recorde-se que em Abril do ano passado o município do Fundão e o ministério da administração interna assinaram um protocolo para que a requalificação do actual quartel seja uma realidade. Uma situação que pode levar a transferir os serviços para uma instalação provisória enquanto decorrerem as obras. 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados