RCB/TuneIn
Domingo, 20 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
NUNO MIGUEL HENRIQUES RENUNCIA A LUGAR NA LISTA
Rádio Cova da Beira
Nuno Miguel Henriques renunciou ao lugar de candidato a deputado √†s elei√ß√Ķes legislativas na lista do PSD pelo distrito de Castelo Branco. As listas foram aprovadas na reuni√£o do conselho nacional social democrata que decorreu ontem √† noite em Guimar√£es.
Por Nuno Miguel em 31 de Jul de 2019
Em comunicado Nuno Miguel Henriques, que tinha sido indicado pela estrutura dos trabalhadores social democratas justifica a decisão, lamentando “a falta de presença de intelectuais e profissionais do sector da cultura nas listas em lugares prestigiantes às eleições de seis de Outubro de 2019, área tão abandonada e maltratada no PSD”.
Nuno Miguel Henriques aponta ainda  outros quatro factores para esta tomada de posição. O primeiro é que “a lista não foi elaborada e enviada pela distrital albicastrense para direcção nacional do PSD, por ordem alfabética, como havia sido solicitado pela comissão política nacional”. Em segundo lugar “num distrito envelhecido como o de Castelo Branco, não faz qualquer sentido, a não ser por sectarismos e jogos de bastidores pouco éticos e razoáveis, apresentar a representante da JSD, sem ser uma mais valia relevante ainda na sociedade ou no partido, antes do representante dos TSD, ainda mais sendo a jovem natural do mesmo concelho que a cabeça de lista”.
A terceira razão invocada é “a falta de um candidato nos efectivos de um covilhanense, que represente historicamente e na sociedade o eleitorado do norte do distrito, em particular da Cova da Beira com os concelhos de Covilhã, Fundão, Belmonte e Penamacor”. O quarto motivo prende-se com “a falta de escolha por mérito, currículo e dimensão dos nomes a nível nacional e a capacidade de mobilização para defender a renovação ideológica, programática e de paradigmas, com a capacidade de defender os interesses da região e de servir o próximo, em vez de se servirem da política, limitando-se a contabilidades e a lógicas há muito ultrapassadas, na forma de fazer política no mundo no século XXI.”
Face a esta situação, Nuno Miguel Henriques afirma que “em coerência com o voto não positivo em reunião da distrital, com os argumentos e a exposição feita na última assembleia distrital e porque quem me conhece sabe que honro a palavra dada e faço questão de não ter duas caras, resta-me renunciar ao lugar de candidato, apresentado aos conselheiros nacionais do PSD, em Guimarães, porque não aceito ser hostilizado por questões partidárias com que não me identifico”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados