RCB/TuneIn
Domingo, 25 Out 2020
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
ASSEMBLEIA ADIADA
Rádio Cova da Beira
A assembleia geral eleitoral do Orfeão da Covilhã foi adiada para o início do próximo ano lectivo. A decisão foi tomada pela comissão administrativa que gere os destinos da instituição dado o reduzido número de associados que compareceu à reunião magna que estava convocada para esse efeito e também devido ao facto de o presidente da assembleia geral não ter marcado presença nos trabalhos.
Por Nuno Miguel em 25 de Jul de 2019
Certo é que, dentro dos prazos, não foi apresentada nenhuma lista candidata aos órgãos sociais como confirmou à RCB o presidente da comissão administrativa “não apareceu nenhuma lista, aliás tal como tem acontecido nos últimos anos em que são convocadas as eleições. Como esta assembleia não se realizou, nós vamos começar a trabalhar logo no início de Setembro e queremos avaliar muito bem a situação até para conseguir trazer mais sócios à assembleia. Se não for possível durante em Setembro vai ser durante o mês de Outubro”.
A instituição está há 15 anos a ser gerida por uma comissão administrativa composta por três elementos. Barata Gomes admite que existe algum cansaço e reconhece que não tem sido fácil gerir a instituição desta forma “não tem sido nada fácil; estamos a falar do orfeão da Covilhã, no coro do orfeão e também estamos a falar no conservatório regional de música. Como sabe mudámos as nossas instalações do centro da cidade para um outro edifício, que tem melhores condições, e estamos a trabalhar no sentido de o trabalho que temos vindo a desenvolver tenha continuidade. Tudo para bem da instituição 
Questionado pela RCB se pode vir a apresentar uma candidatura aos órgãos sociais na próxima assembleia geral, Barata Gomes refere que ainda é cedo para equacionar esse cenário “ainda faltam dois meses até Setembro e até lá ainda há um longo caminho. Temos que pensar muito bem nessa situação e também ver se há interesse de outras pessoas em fazer igual ou melhor do que nós fizemos. Procurámos fazer sempre tudo por bem, mas já são 15 anos e o cansaço é muito. Irei também falar com os outros elementos desta comissão administrativa mas é certo que a instituição não vai acabar”.   
Na reunião magna que vai decorrer no início do próximo ano lectivo, para além da realização das eleições os sócios vão ser também chamados a votar o relatório de gestão da instituição referente ao ano 2018. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2020 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados