RCB/TuneIn
S√°bado, 21 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
NOVA VALÊNCIA PARA O INTERIOR
Rádio Cova da Beira
O ministro da administra√ß√£o interna garante que o novo comando nacional de protec√ß√£o e socorro vai ficar situado numa cidade do interior do pa√≠s. O an√ļncio feito por Eduardo Cabrita √† margem da cerim√≥nia de inaugura√ß√£o dos trabalhos requalifica√ß√£o e amplia√ß√£o do quartel dos bombeiros volunt√°rios de Vila Velha de R√≥d√£o.
Por Nuno Miguel em 11 de Jul de 2019
De acordo com o governante, esta aposta do ministério pretende dar seguimento a um conjunto de outros serviços que também vão ficar localizados no interior do país “nós temos vindo, no ministério da administração interna, a ter uma opção de fixação de estruturas importantes no interior. E nessa matéria já foram tomadas três decisões muito significativas; toda a formação inicial da GNR foi colocada na cidade de Portalegre, o centro nacional de prevenção rodoviária vai ficar na cidade da Guarda e vamos também colocar numa cidade do interior, da qual vamos dar testemunho em breve, o comando da nova unidade de protecção e socorro que vai ter cerca de 1200 efectivos”.   Nesta deslocação à região, o governante sublinhou ainda o esforço financeiro que o governo tem vindo a concretizar no sentido de melhorar as condições para o funcionamento das associações de bombeiros “são cerca de 70 construções de raiz ou requalificações que foram realizadas nesta legislatura sendo que algumas delas ainda estão em vias de conclusão. Devolvemos direitos aos bombeiros, apostámos na formação, criámos novas condições de carreira para aqueles que são profissionais e também novas condições especiais de aposentação”.   
Eduardo Cabrita destaca ainda a aposta feita ao nível da criação de equipas profissionais nas associações de bombeiros voluntários sublinhando que no distrito de Castelo Branco todas as corporações já dispõem dessa valência “nos últimos dois anos foram criadas mais de 160 equipas profissionais em corpos de bombeiros voluntários e no distrito de Castelo Branco já conseguimos atingir o objectivo de ter uma equipa profissional em todas as corporações do distrito. São equipas financiadas a 50 por cento pelo estado e pelos municípios e que permite ter uma maior prontidão de resposta para fazer face a qualquer ocorrência que surja”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados