RCB/TuneIn
Quarta, 18 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
AFIRMAÇÕES “SÃO INCOMPREENSÍVEIS”
Rádio Cova da Beira
O vereador do movimento “De Novo Covilhã” confessa ter ficado estupefacto com as afirmações do vereador com o pelouro do desenvolvimento económico, que afirmou publicamente que existe a necessidade de encontrar mais solo industrial para fazer face às solicitações de novas empresas que pretendem instalar-se no concelho.
Por Nuno Miguel em 08 de Jun de 2019
Na última reunião pública do executivo, Carlos Pinto, refere que tais afirmações são incompreensíveis uma vez que, ao longo de seis anos, a autarquia não foi capaz de atrair um único investimento para os terrenos que já estão infra-estruturados na zona envolvente ao «Data Center» “para mim a estupefacção é total na medida em que há seis anos que à frente do «Data Center» estão cerca de 25 mil metros quadrados edificáveis e urbanizados à espera que alguém se lembre, por parte da câmara ou de particulares, que se construa ali o primeiro metro quadrado. Eu não percebo como é que é possível a câmara ter este espaço pronto a ser construído e nada ali acontecer e depois ouvirmos um vereador dizer que não há espaço industrial no concelho e que até se prevê a expansão do parque industrial do Tortosendo”. 
Na resposta, Jorge Gomes sublinha que, por questões de confidencialidade e de concorrência, não vai tornar publico o nome de nenhuma empresa que já manifestou interesse em se instalar na Covilhã. Já quanto à necessidade de se avançar com a ampliação do parque empresarial do Tortosendo, o autarca refere que a matéria está a ser avaliada uma vez que os terrenos envolventes ao «Data Center» não podem ser utilizados como solo industrial “enquanto foi presidente da câmara o senhor presidente esqueceu-se de enquadrar aquele espaço em termos de planeamento e ordenamento do território e como tal ele não é um solo de uso industrial. Dai esta necessidade de passar para a terceira fase do parque industrial do Tortosendo, que seria um passo muito importante para que novas empresas venham para o nosso concelho. Dizer-lhe ainda que temos outras ideias para a zona envolvente ao «Data Center» e que brevemente iremos apresentar”.  
Já no final da reunião do executivo, Jorge Gomes referiu que uma das utilizações que está a ser equacionada para a zona do antigo aeródromo para pela construção habitacional mas não quis avançar mais detalhes sobre o assunto. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados