RCB/TuneIn
Quinta, 27 Jun 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
JOÃO MORGADO EM PARIS E BRASIL
Rádio Cova da Beira
Jo√£o Morgado apresentou o seu livro ‚ÄúVera Cruz‚ÄĚ no Gr√©mio Portugu√™s de Nova Friburgo, no estado do Rio de Janeiro. Em Paris, na Casa de Portugal, declamou poesia, acompanhado do pianista franc√™s, Bruno Belthoise. Um espect√°culo que o escritor covilhanense gostaria de trazer a Portugal.
Por Paula Brito em 03 de Jun de 2019

"É um espectáculo diferente, que atrai pessoas para a música clássica e poesia, duas áreas não muito populares, mas que juntas oferecem um momento culturalmente agradável. Vamos levar este espectáculo a mais lados, há contactos no estrangeiro. Gostava de trazer Bruno Belthoise a Portugal.”

O autor viajou ao Brasil, a convite do presidente da câmara de Nova Friburgo, onde decorriam os festejos dos 200 anos da vila, representando também Belmonte, com a qual se prepara uma geminação.

Um evento que contou com as autoridades locais e muito publico para uma palestra sobre Cabral “esse grande desconhecido que é o elo cultural e histórico entre dois povos”. Palestra que repetiu em outras entidades locais e em várias entrevistas a rádios e televisões locais.

Já no Rio de Janeiro, João Morgado foi recebido no Real Gabinete Português de Leitura, onde teve o privilégio de aceder a salas vedadas ao público onde estão algumas relíquias da história literária portuguesa.

O manuscrito Amor de Perdição, com “a caligrafia artística do Camilo Castelo-Branco, letra pequenina, linhas direitinhas e poucas emendas, o que demonstra a mente limpa com que escrevia.” Refere o autor de “O Livro do Império” que teve ainda a oportunidade de folhear um exemplar da primeira edição d’Os Lusíadas. “Foi um momento muito emocionante. Depois de ter estudado aquela obra ao pormenor, tocar numa primeira edição é o mais próximo que se pode chegar de Camões e a sua história.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados