RCB/TuneIn
Terça, 17 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
BVF: INVESTIDURA DE 16 NOVOS BOMBEIROS
Rádio Cova da Beira
No âmbito das comemorações do 92º aniversário, os bombeiros voluntários do Fundão (BVF) procedem à investidura de 16 novos soldados da paz “facto que há muitos anos não se verificava em número tão significativo”, destaca o presidente da direcção.
Por Paulo Pinheiro em 30 de May de 2019

A ocasião é também aproveitada para, pelas 12:15h, a corporação proceder à bênção de oito novas viaturas, que coloca ao serviço da comunidade fundanense.

 

Bombeiros Voluntários do Fundão que através da sua Escola de Infantes e Cadetes organizaram o primeiro Concurso de Manobras de Infantes e Cadetes no qual participaram tendo participado na competição cerca de 30 jovens e 10 monitores e instrutores além do 2.º Comandante Hugo Silva responsável pela Escola.

De acordo com os BVF, estiveram presentes ainda dezenas de familiares dos jovens bombeiros, o presidente da direção da corporação, Carlos Jerónimo que quis sinalizar o apoio da Associação neste tipo de iniciativas “que visam fomentar e reforçar o papel da Escola junto da comunidade jovem garantindo a continuidade e a renovação dos Bombeiros Voluntários”, e o comandante José Neves presidente da Federação de Bombeiros do Distrito de Castelo Branco que destacou a importância deste trabalho na atração de jovens para o voluntariado da causa humanitária dos Bombeiros Portugueses tendo salientado “o carácter inovador desta Escola ao nível dos corpos de bombeiros do distrito de Castelo Branco.

“Porque o futuro começa hoje, este é o futuro que começámos a preparar ontem”, a Associação Humanitária dos BVF garante que o corpo de bombeiros continua a investir na formação de crianças e jovens inserindo-os nas suas fileiras através da  Escola de Infantes e Cadetes, cerca de 40 jovens dos 6 aos 16 anos,” e nos quais depositamos grande esperança de futuro constituindo, certamente, garantia de que a verdadeira essência de voluntariado nunca acabe formando homens e mulheres que estejam cada vez mais à altura das exigências do futuro”, afirma.

No primeiro concurso de manobras, onde foram postos em prática os ensinamentos que os monitores lhes têm transmitido ao longo do seu percurso, numa saudável competição e espírito de amizade entre todos, não houve vencedores nem vencidos. Houve outrossim, reforço de laços, camaradagem, aprendizagens múltiplas e o avivar do conceito de que todos somos Proteção Civil.

 A Escola de Infantes e Cadetes do Corpo de Bombeiros do Fundão tem como principal objetivo, promover a instrução inicial do Bombeiro para um possível ingresso na carreira de Bombeiro voluntário.

Segundo os BVF, a base da criação desta Escola reside na filosofia de promoção de deveres cívicos, formação e estimulação dos mais jovens para o desempenho de um papel mais ativo no processo de aprendizagem e cidadania na sociedade.

“Dando ainda prioridade à sensibilização destas crianças para a disciplina, o rigor, o brio e o altruísmo, incutindo-lhes assim, o espírito de camaradagem, entreajuda e responsabilidade social, valores basilares do voluntariado”, frisa a associação.

Os responsáveis dos bombeiros do Fundão agradecem a todo o staff de monitores “que apaixonadamente abraçam este projecto e fazem dele uma referência muito séria e respeitável, pois sem a sua entrega nada seria possível”, concluem.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados