RCB/TuneIn
Terça, 18 Jun 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
COVILHÃ: NÚCLEO DA LIGA DOS COMBATENTES COMEMORA ANIVERSÁRIO
Rádio Cova da Beira
O presidente do núcleo da Covilhã da liga dos combatentes não vai desistir da ideia de construir uma estrutura residencial de apoio a idosos naquela cidade. Durante as comemorações dos 93 anos de vida do núcleo, João Azevedo referiu que estão a decorrer negociações com a câmara da Covilhã para que possa ser feita a permuta de um terreno, propriedade da liga junto à piscina praia do jardim do Lago, por um outro espaço na alameda da Europa e tornar finalmente o sonho em realidade.
Por Nuno Miguel em 21 de May de 2019
“Neste momento estamos a conversar com a câmara sobre a hipótese de fazer a permuta dos terrenos. Logo que essa parte esteja terminada, vamos apresentar o projecto definitivo e avançar com a obra logo que houver dinheiro para isso. Já há mais de 20 anos que temos esta ideia e só agora é que em determinadas associações se começa a falar de que há necessidade do apoio à terceira idade. Se o país está envelhecido, é certo que precisamos de infantários para que a juventude possa crescer mas a terceira idade também precisa de apoio e esta estrutura que nós pretendemos construir não é só para os antigos combatentes mas para toda a gente”.  
Na resposta, o vereador com o pelouro do urbanismo na câmara da Covilhã garante que o município está disponível para apoiar o núcleo a concretizar este objectivo “antes de lançar a construção dessa estrutura residencial, este núcleo terá de se constituir como IPSS e penso que esse processo já está em curso. Quando estiver concretizada a permuta dos terrenos e o projecto for apresentado, o município vai ajudar na procura de um programa de financiamento para essa estrutura porque só com o apoio da câmara não será fácil colocar esta ideia de pé. De qualquer forma vamos estar ao lado da liga na procura da melhor solução que permita concretizar esse objectivo”. 
Durante estas comemorações, José Armando Serra dos Reis deixou ainda a garantia de que até final deste ano vão estar concluídas as obras de requalificação do monumento ao combatente na Covilhã “neste momento já temos uma equipa técnica operacional e acredito que até final deste ano vamos ter essa obra concluída. Acredito que nas comemorações do próximo aniversário do núcleo, este monumento vai já estar requalificado com a função de homenagear a todas as pessoas que aqui evocamos”.  
João Azevedo garante que o projecto dessa intervenção está pronto e explica quais as principais alterações que vão ser feitas ao monumento ”no fundo aquilo que vai ser feita é a separação dos dois monumentos que aqui estão. Um é o monumento aos combatentes da grande guerra e o outro aos combatentes do ultramar. Nesse sentido o memorial onde estão os nomes dos combatentes que perderam a vida na guerra colonial vai ser retirado para a rectaguarda e serão acrescentados outros elementos”.    
Comemorações que ficaram ainda marcadas por uma homenagem feita ao presidente do núcleo pela união de freguesias da Covilhã e do Canhoso. De acordo com Carlos Martins trata-se de uma distinção justa a uma personalidade que tem sido um exemplo de humanidade “João Azevedo é um combatente que não deixou de ser um lutador. Há mais de 30 anos que é o líder da direcção do núcleo da Covilhã e é um exemplo de cidadania, humanidade e solidariedade. E por isso mesmo, enquanto um órgão autárquico da cidade, decidimos homenageá-lo porque se trata de uma distinção merecida e que é extensível a todos os combatentes que perderam a vida e a todos os que felizmente ainda estão entre nós”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados