RCB/TuneIn
Sábado, 20 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CENTRAL ABRE DENTRO DE DOIS MESES
Rádio Cova da Beira
A central de biomassa do Fundão vai começar a funcionar em pleno dentro de sensivelmente dois meses. O prazo é avançado por Carlos Alegria, promotor do investimento que está sediado na zona industrial do Fundão.
Por Nuno Miguel em 15 de May de 2019
A fase de testes do equipamento já se iniciou e o empresário acredita que até final de Julho a central vai estar a funcionar em velocidade de cruzeiro “neste momento já estamos em fase de testes e acredito que dentro de dois meses estamos em condições para arrancar em fase de cruzeiro. Devo dizer que ao contrário de Viseu, em que eu pensava que não ia haver problemas mas há, aqui no Fundão se for ao local pode ver que já temos muita biomassa armazenada para começar a trabalhar. Vamos tentar convidar um membro do governo para poder fazer a inauguração da central do Fundão e também vamos convidar o Presidente da República para inaugurar a central de Viseu. Estamos a entrar na época dos incêndios e queremos demonstrar que isto é importante para a limpeza das florestas e para que os resíduos possam aqui ser queimados de forma controlada”. 
Nos primeiros testes realizados, a existência de fumo negro proveniente do interior do central levantou junto da população algumas preocupações quando às questões ambientais relacionadas com a concretização deste investimento. Carlos Alegria refere que essa situação ficou a dever-se ao facto de ainda não terem sido utilizados filtros específicos nas primeiras utilizações mas a situação já está ultrapassada “o empreiteiro está a fazer testes, há um mês em que tem de estar a trabalhar em pleno para ver se atinge a eficiência que está comprovada e que ele aceitou no contrato que estabelecemos com ele. Essa situação do fumo ficou a dever-se ao facto de ainda não ter sido testado o filtro de mangas e com esse filtro a funcionar não se vê fumo nenhum. Eu tenho uma central a funcionar há oito anos e o que se vê é vapor de água e fumo branco. O que vamos ali queimar é biomassa florestal, não é mais do que a população faz quando faz uma queima. Não tem outros produtos senão resíduos florestais”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados