RCB/TuneIn
Sábado, 25 Mai 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
JOSÉ MARIANO SUSPENDE MANDATO
Rádio Cova da Beira
O presidente da união de freguesias de Belmonte e Colmeal da Torre pediu a suspensão do mandato por um período de seis meses. José Mariano não quer prestar quaisquer declarações sobre o assunto, referindo apenas que esta decisão se deve a “questões pessoais e familiares”.
Por Nuno Miguel em 14 de May de 2019
O pedido de suspensão foi entregue no passado dia seis de Maio e já foi analisado na última reunião do executivo. Face a esta situação o actual secretário, Hugo Adolfo, passa a desempenhar as funções de presidente e Beatriz Sá mantém-se no cargo de tesoureira. Contactado pela RCB, Hugo Adolfo refere que foi com alguma surpresa que recebeu este pedido de suspensão de mandato “sabíamos que isso podia acontecer devido às circunstâncias em que se encontra a esposa do presidente da junta mas sinceramente era algo que não estávamos à espera. De qualquer forma isso aconteceu e nós tivemos de assumir porque já estávamos no executivo, eu já era secretário há seis anos e assumi de boa fé mas sempre a pensar que dentro de seis meses o presidente José Mariano possa reassumir as suas funções”.   
O agora presidente da união de freguesias acredita que, dentro de seis meses, José Mariano vai reassumir as suas funções e por isso não quer equacionar a possibilidade de exercer o cargo até final do mandato “sinceramente espero que isso não aconteça uma vez que José Mariano é o presidente eleito, ainda tem um trabalho para acabar até final deste mandato e sinceramente espero que ele volte. Se ele não voltar, cá estaremos para assumir a nossa responsabilidade e vamos manter o trabalho que tem sido desenvolvido até aqui porque queremos dar-lhe continuidade”. 
Hugo Adolfo sublinha que apesar da mudança do presidente do executivo, a união de freguesias vai manter a mesma linha de trabalho “temos que estar sempre atentos e trabalhar em prol das nossas populações porque foi para isso que fomos eleitos. Mas de momento vamos dar seguimento ao trabalho efectuado até agora. Para nós também é uma situação um pouco complicada porque não sabemos o que vai acontecer no futuro porque daqui por seis meses o presidente eleito pode reassumir as suas funções. Não vamos querer alterar nada porque as coisas estão a funcionar bem”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados