RCB/TuneIn
Quinta, 22 Ago 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CMC AGUARDA SA√ćDA DA RUDE
Rádio Cova da Beira
A bem ou a mal, a RUDE vai ter que deixar as instala√ß√Ķes da casa dos magistrados, onde vai ser instalado o tribunal de trabalho, disse no final da √ļltima assembleia municipal da Covilh√£, o presidente do munic√≠pio, V√≠tor Pereira.
Por Paula Brito em 02 de May de 2019

O autarca recorda que a garantia bancária entregue pela câmara da Covilhã, no valor solicitado pela Associação de desenvolvimento rural, torna a saída da RUDE da casa dos magistrados, irreversível.

“Há direito de recurso mas meramente volitivo, isto significa, na prática, que o recurso que for interposto não suspende a saída que foi decretada pelo tribunal, e portanto, o que eu espero é bom senso e sentido de responsabilidade, de todos.”

A RUDE já foi notificada da situação, mas sem prazos, “na vida há duas maneiras de resolver as coisas, ou a bem ou a mal. Se não for a bem é a mal, que é usar da força pública através dos tribunais e com as forças da autoridade.”

A autarquia aguarda a saída da RUDE, “pacientemente mas não eternamente”. Vítor Pereira considera razoável aguardar “mais uma semana, ou duas, porque estamos a aproximar-nos do fim do ano judicial, o ministério da justiça precisa de tempo para realizar as obras que já estão projectadas há muito tempo.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados