RCB/TuneIn
Quinta, 12 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
FUNDÃO QUER RECEBER FINAL DO PRÉMIO ILÍDIO PINHO
Rádio Cova da Beira
O Município do Fundão vai propor à Fundação Ilídio Pinho, que a cerimónia de entrega de prémios da próxima edição do Prémio “Ciência na escola” seja feita no Fundão.
Por Paula Brito em 29 de Apr de 2019

Outras da categoria:

O desafio já foi lançado pela vereadora com o pelouro do ensino na última cerimónia, onde o Fundão recebeu quatro prémios, a juntar aos vários que os dois agrupamentos de escolas do concelho têm arrecadado nas últimas edições.

“Atendendo aos vários prémios que temos vindo a receber, que a próxima edição seja feita no Fundão. Vamos enviar uma carta conjunta a solicitar isso, porque já merecemos que seja descentralizada para esta região.”

Alcina Cerdeira falava na cerimónia, que decorreu na biblioteca da escola sede do agrupamento Gardunha e Xisto, que juntou todos os que estiveram envolvidos no projecto “Oyas – Aqua Vitae – olaria e uso racional da água”.

O projecto, que conquistou o primeiro lugar do segundo escalão do concurso, envolveu 23 crianças das escolas do primeiro ciclo do Telhado e Aldeia de Joanes, e foi coordenado pelo professor António Melo que considera cumpridos os dois objectivos, “a poupança de água e a reactivação da olaria na freguesia de Telhado”, mas não a missão, “quando tivermos o produto para disponibilizar a toda a gente, aí sim teremos a missão cumprida”. Para isso aguardam a aprovação da patente do projecto cujo registo já foi solicitado.

Cândida Brito, directora do Agrupamento de Escolas Gardunha e Xisto (AEGX), explicou por que motivo a direcção vai continuar a apoiar este tipo de projectos.

“Porque este trabalho estimula a curiosidade dos alunos, que é fundamental para que possam aprender melhor, mostra que esta é uma escola de portas abertas, desenvolve as aprendizagens essenciais, o gosto pelas ciências, o gosto pelo saber.”

Metade do prémio pecuniário, no valor de oito mil euros, é para o Agrupamento que o vai aplicar na aquisição de material e apoio ao desenvolvimento da ciência na escola, e o restante é repartido pelo professor coordenador do projecto (25%) e pelos alunos (25%).

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados