RCB/TuneIn
S√°bado, 25 Mai 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CASEGAS VOLTA A TER FORNO COMUNIT√ĀRIO
Rádio Cova da Beira
Uma obra simb√≥lica mas com grande significado para as popula√ß√Ķes. Foi desta forma que o presidente da uni√£o de freguesias de Casegas/Ourondo definiu a inaugura√ß√£o das obras de requalifica√ß√£o do forno comunit√°rio da escorregueira.
Por Nuno Miguel em 29 de Apr de 2019

No passado, Casegas chegou a ter seis fornos com estas características mas, com o passar dos anos, essa tradição foi-se perdendo. Em finais da década de 80, a autarquia adquiriu o imóvel a um proprietário privado e que agora, depois de um investimento de 70 mil euros na sua requalificação, pretende novamente dotar a aldeia de um forno com estas características.

 

Para César Craveiro, a concretização deste investimento representa a concretização de um sonho antigo “com este trabalho devolvemos à comunidade um formo tradicional para que os habitantes da aldeia possam novamente utilizá-lo. Ao mesmo tempo procurámos criar um pequeno museu etnológico, aproveitando a existência de diversos utensílios em razoável estado de conservação e de intrínseco valor histórico, para fazer uma resenha histórica da arte de fazer o pão. Este museu servirá não só para preservar um pouco da nossa história como também para a mostrar a todas as pessoas que visitam a aldeia. Celebramos hoje o renascer deste espaço e espero que também a tradição de cozer o pão neste forno tradicional que é de todos”. 

 

Uma oportunidade que o presidente da união de freguesias de Casegas/Ourondo, não desperdiçou para lançar um desafio ao presidente da câmara da Covilhã “não ficaria bem com a minha consciência mais mal informados, ou se quiserem mesmo mal-intencionados, que esta é a segunda intervenção que fazemos num forno comunitário. A primeira foi feita em 2016 no forno comunitário das Relvas em Ourondo. E tendo aqui ao meu lado o presidente da câmara peço-lhe que os trabalhos de requalificação do largo da carreira no Ourondo sejam retomados rapidamente e seja essa a próxima inauguração de uma obra na freguesia”.

 

No decorrer na sessão, o presidente da câmara da Covilhã enalteceu também o simbolismo desta obra, uma vez que a existência de vários fornos comunitários foi sempre uma das imagens de marca da aldeia de Casegas. Já quanto ao pedido feito pelo presidente da união de freguesias, Vítor Pereira garante que as obras de requalificação do largo da carreira e da praia fluvial do Ourondo vão ser, em breve, uma realidade “temos retardado involuntariamente o início ou a conclusão de obras por dificuldades que são conhecidas e que não quero agora estar aqui a enumerar. Apenas quero deixar a nota de que vamos avançar muito rapidamente com a conclusão das obras no largo da carreira e também com a concretização de um bonito projecto que existe para a praia fluvial do Ourondo no âmbito do orçamento participativo”.

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados