RCB/TuneIn
Sexta, 19 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
JOLON LANÇA II ANTOLOGIA DE HISTÓRIAS
Rádio Cova da Beira
O segundo volume de “As estranhas e fantásticas histórias de Jolon” foi apresentado, no último fim-de-semana, no salão nobre da câmara de Penamacor.
Por Paula Brito em 23 de Apr de 2019

Na apresentação livro, que resulta de uma antologia de textos publicados no Jornal do Fundão, o presidente da autarquia, António Beites, frisou a importância da obra como registo da história e da memória do concelho.

“Se não ficasse o registo nunca se ficariam a conhecer as histórias, os usos, os costumes, as tradições, por isso temos que agradecer ao autor e a todos os que colaboraram para que fique mais uma grande obra para o concelho.”

Também para o autor, José Lopes Nunes, conhecido por Jolon, a publicação dos dois volumes tem o objectivo de preservar memórias.

“Quando os nossos filhos nos ouvirem falar e perguntem: - o que é uma canga? Temos que explicar, e no livro está isso, estão preservadas essas memórias”.

Jolon também faz parte de algumas das suas estranhas e fantásticas histórias.

“Eu vou a Idanha, pesquei 10 carpas e alguém me perguntou como é que tinha sido a pescaria. Dias depois passou num café e a dona está a dizer que o genro do Sr. Portugal esta semana pescou 15 carpas. E eu disse que não foram 15 foram 10. Ao que ela respondeu: Ó sr, Nunes, desculpe, que me o contou não é mentiroso, e se ele disse que eram 15 é porque eram 15. E os aldravões são os pescadores!”

Na primeira pessoa, como observador e contador, no concelho de Penamacor, sobretudo, mas também noutros concelhos da região, sobre tradições ou profissões em vias de extinção, histórias fantásticas e estranhas povoam o livro, publicado pela A23 Edições, que é um memorial a todos os personagens que Jolon entrevistou ao longo de mais de quatro décadas.  

Na apresentação da obra, o director do Jornal do Fundão, Nuno Francisco, fez o elogio ao autor.

“O Jolon é uma referência do Jornal do Fundão, colocou Penamacor no mapa do Jornal do Fundão e depois o jornal, com a sua projecção regional, levou Penamacor para outros pontos, nesse aspecto Penamacor deve muito ao Jolon.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados