RCB/TuneIn
Domingo, 18 Ago 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
FACTURA DA ÁGUA PODE REDUZIR
Rádio Cova da Beira
José Miguel Oliveira ainda acredita numa descida na factura da água na Covilhã este mandato. O vereador da maioria socialista e administrador da empresa ADC – Águas da Covilhã, em entrevista à RCB, diz que não é a água que é cara, mas sim o saneamento, fruto da concessão em alta, feita à empresa Águas da Serra, em 2005.
Por Paula Brito em 19 de Apr de 2019

“E é essa concessão que obriga ao preço que pagamos, porque se olharmos para municípios ao lado da Covilhã, como Fundão e Belmonte, neste momento pagam por metro cúbico de saneamento na ordem dos 60 cêntimos, nós na Covilhã pagamos 1,18 euros, qualquer coisa como o dobro.”

Uma concessão que previa a subscrição de 30% do capital social da empresa, o que nunca chegou a acontecer, como explicou o autarca, em entrevista à RCB.

“Os 30% do capital nunca foi registado porque aquando do registo, a Caixa Geral de Depósitos exigiu que a câmara lhe apresentasse uma garantia de igual valor. Como as acções da empresa tinham sido dadas de garantia à banca, elas para passarem para o nome da banca tinham que ser despenhoradas, ou seja, a câmara tinha que prestar uma garantia bancária de igual valor, ora isso não faz sentido nenhum. Há aqui questões de complexidade jurídica e financeira associada a este processo.”

Uma complexidade que tem dificultado as negociações e a redução do valor da factura.

“Eu acredito que é possível neste mandato reduzir a factura e é para isso que vou trabalhar, para que isso se torne uma realidade.” Adianta o administrador da empresa Águas do Covilhã, que acrescenta que nos últimos cinco anos, tirando uma actualização por vias da inflação, “não houve qualquer aumento, pelo contrário, ainda houve uma redução, e conseguir uma redução uma redução sem entrar em litígio com o nosso parceiro privado é um facto de assinalar.”

Em entrevista à RCB, José Miguel Oliveira reiterou o que sempre defendeu “foi um erro” o município da Covilhã não ter entrado no então sistema multimunicipal da empresa Águas do Zêzere e Côa.   


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados