RCB/TuneIn
Sábado, 20 Abr 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
CENTROLIVA REJEITA ACUSAÇÕES
Rádio Cova da Beira
A empresa Centroliva, sediada em Vila Velha de Ródão, contesta as acusações feita ontem pela Câmara Municipal acerca da poluição causada pela produção de energia eléctrica a partir de fontes renováveis.
Por Paulo Pinheiro em 17 de Apr de 2019

O presidente da autarquia, Luís Pereira, em declarações à TSF, anunciou que vai avançar com uma acção judicial para encerrar compulsivamente a unidade industrial, acusada pelo Ministério Público em 2018 de várias descargas ilegais em afluentes do Tejo.

Em comunicado enviado também à TSF, a empresa acusa a Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão (CMVVR) de faltar à verdade e rejeita as acusações garantido que tem cumprido todas as obrigações legais sobre o controlo das emissões atmosféricas.

 

"No seu estabelecimento, a Centroliva produz energia eléctrica a partir de fontes renováveis (biomassa), sendo uma das poucas entidades que, em Portugal, procede à valorização energética de um resíduo (bagaço de azeitona) resultante da produção de azeite, actividade muito importante na economia de diversas regiões do País. A Centroliva desenvolve, assim, uma actividade favorável ao ambiente no cumprimento da legislação em vigor, nomeadamente no que respeita ao controlo das emissões atmosféricas. Nos últimos três anos, a Centroliva realizou investimentos muito significativos com vista à modernização da sua unidade, investimentos que serão reforçados ainda no ano em curso", refere a empresa no documento.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados