RCB/TuneIn
Sábado, 25 Mai 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
AUTARQUIA RECORRE AOS TRIBUNAIS
Rádio Cova da Beira
O presidente da câmara de Vila Velha de Ródão anunciou esta terça-feira que o município se prepara para avançar com uma acção judicial para encerrar compulsivamente a empresa “Centroliva”. A agência portuguesa do ambiente determinou no ano passado o encerramento de parte da fábrica mas a autarquia garante que essa situação não resolveu o problema ambiental.
Por Nuno Miguel em 16 de Apr de 2019
Recorde-se que em Abril do ano passado a “Centroliva” foi multada em 300 mil euros pela prática de sete contra-ordenações ambientais muito graves e ordenou o encerramento da unidade de secagem e extracção de óleo. Também em Outubro do ano passado o Ministério Público acusou a empresa de um crime de poluição, duas contra-ordenações muito graves e pediu a suspensão total da actividade da fábrica, tendo o seu presidente e vice presidente sido constituídos arguidos pelo departamento de investigação e acção penal de Castelo Branco.
O processo ainda está a decorrer, as descargas foram suspensas, mas em declarações à TSF o presidente da câmara de Vila Velha de Ródão garante que continuam a sentir-se os efeitos da poluição causada pela biomassa. Luís Pereira lamenta que o incumprimento reiterado não seja suficiente para encerrar a empresa e garante que em Maio o município vai avançar com uma acção judicial para exigir o encerramento compulsivo da empresa “estamos a preparar essa acção porque estamos cansados do estado em que as coisas estão” afirmou o autarca. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados