RCB/TuneIn
Segunda, 17 Jun 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
ADOLFO MESQUITA NUNES COMPROMETIDO COM A COVILHÃ
Rádio Cova da Beira
Adolfo Mesquita Nunes compromete-se a encontrar uma alternativa à actual governação socialista na câmara da Covilhã, nas próximas autárquicas. O vereador do CDS-PP, em entrevista ao programa “Flagrante Directo” da RCB, diz que a solução terá que passar pela união de todos à direita do Partido Socialista e que o CDS é o partido melhor colocado par liderar o processo.
Por Paula Brito em 27 de Mar de 2019

“O CDS é o partido que, no espaço à direita do Partido Socialista, está melhor organizado, mais unido, tem à sua volta figuras independentes que simpatizam com as ideias que temos defendido, eu penso que deve ser o CDS a liderar o processo de encontrar uma alternativa a esta governação socialista. Eu comprometo-me, ou estarei altamente comprometido, na busca dessa alternativa, mas para superarmos esta governação socialista, é preciso a união dos esforços à direita do PS.”

Adolfo Mesquita Nunes garante que vai cumprir até ao fim o compromisso assumido com os covilhanenses este mandato, e está disposto a colocar o seu "entusiasmo, ideias e projectos" ao serviço de um projecto alternativo ao PS “que não tem que ser liderado por mim.”

Adolfo Mesquita Nunes foi o convidado do programa Flagrante Directo da RCB, na semana em que decidiu deixar a vice-presidência do CDS-PP para assumir o cargo de administrador não executivo da Galp. Com esta decisão afasta do futuro a liderança do CDS?

“Eu só posso responder ao dia de hoje, mas o dia de hoje tem a vantagem de eu conseguir olhar para os 41 anos que tenho, e a resposta até agora ter sido sempre a mesma: a  política profissional não fazer parte do meu projecto de felicidade, de vida.”

Adolfo Mesquita Nunes responde ainda aos críticos da sua decisão. “Ficando na política é porque estamos à procura de tacho, se saímos da política é porque estamos à procura de dinheiro, nunca há uma resposta consensual, as pessoas podem sempre criticar, são livres de o fazer, tenho que aceitar.”


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados