RCB/TuneIn
Terça, 17 Set 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
VEREADOR DO CDS PEDE ESCLARECIMENTOS
Rádio Cova da Beira
Adolfo Mesquita Nunes quer conhecer com maior detalhe a possibilidade de a empresa “Teleperformance” vir a criar um segundo pólo naquela cidade. Na última reunião pública do executivo, o eleito do CDS/PP não perdeu a oportunidade de lançar algumas questões sobre o assunto.
Por Nuno Miguel em 23 de Mar de 2019
“O senhor presidente da câmara informou que a «Teleperformance» pode criar outro pólo na zona do Sineiro. Eu sei que hoje o senhor presidente não está cá e portanto não sei se essa informação é pessoal do presidente ou se a câmara a tem, mas gostava de saber com quem é que o senhor presidente falou na empresa «Teleperformance», se foi lá visitar o espaço e se pode dar mais alguma informação sobre esta expansão que, a ser verdade, será uma boa notícia”.  
Adolfo Mesquita Nunes acrescenta que o assunto já foi abordado por várias vezes, mas ainda não foi encontrada uma resposta para o problema da insuficiência de instalações que é sentida pela empresa “nas declarações dos responsáveis da «Teleperformance» a questão da insuficiência das suas actuais instalações permanece. E as declarações do senhor presidente a respeito dessa insuficiência foram equívocas e até desresponsabilizadoras por parte da câmara municipal. E não me parece que seja essa a fórmula que a câmara deve ter de trabalho para conseguir manter, já para não dizer captar, mais investimento para o concelho”.  
Na ausência de Vítor Pereira, a resposta ao vereador do CDS foi dada por José Armando Serra dos Reis. O vereador socialista refere que a possibilidade de um novo edifício já foi apresentada à empresa, mas a “Teleperformance” tem defendido o projecto de ampliação das actuais instalações “eu próprio já participei em algumas reuniões. É verdade que a empresa está no seu limiar de crescimento e tem condições para crescer muito mais. Aquilo que a empresa defende é que a ampliação das instalações pudesse ser feita em continuidade ao espaço que ocupam. Mas há outras possibilidades que estão em estudo, foi-lhes apresentada a hipótese de um outro edifício na área do Sineiro mas isso é um assunto que está a ser estudado”.  
José Armando Serra dos Reis admitiu ainda que a empresa não encara com bons olhos a possibilidade de a sua actividade ser desenvolvida em dois pólos distintos “a empresa está incomodada com isso porque não querem transferir aquilo que tem neste momento, porque estamos a falar de muitos equipamentos de qualificada estirpe e que é muito difícil. E também para eles é muito difícil funcionar em dois edifícios. É um assunto que nos preocupa, o senhor presidente da câmara está a acompanhá-lo e eu acredito que havemos de chegar a uma plataforma de acordo porque, nas reuniões em que eu estive, defende que quer investir em municípios do interior. Certamente que a curto prazo o senhor vereador e todos nós teremos mais informações no sentido de saber qual o caminho que vamos trilhar nesta matéria”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados