RCB/TuneIn
Quinta, 18 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
SANTANA LOPES DUPLAMENTE CHOCADO
O l?der parlamentar do PSD visitou hoje o distrito. Um p?riplo que dedicou ao interior e ? desertifica??o. Santana Lopes ficou duplamente chocado: primeiro com a realidade de um pa?s cada vez mais desequilibrado, depois com a insensibilidade do Primeiro Ministro para com os problemas do interior.
Por Paula Brito em 11 de Feb de 2008

"Choca-nos e estranhamos que o Primeiro Ministro do interior seja insensível a esta realidade" disse Santana Lopes na Ladeira, uma localidade do concelho do Fundão com apenas 20 habitantes, depois de ter visitado o SAP de Oleiros e a empresa Pinorval. Portugal, é um pais cada vez mais desequilibrado, culpa "não só do PS mas também do PSD e fruto das políticas erradas dos últimos 20 anos". O líder da bancada social democrata deixa um exemplo "a ponte Vasco da Gama foi construída com o apoio do Fundo de Coesão que serve para implemantar políticas para fazer face a estes desequilíbrios". Por isso os portugueses têm que estar atentos ao próximo QREN.

Esta visita terá consequências no Parlamento "por exemplo vamos insistir com o governo no reforço do incentivo às empresas que já estejam fixadas no interior, e não levaremos a mal que o governo repense a política de encerrar serviços de saúde nestas regiões, sabemos que uma das maternidades de Castelo Branco, Covilhã e Guarda está para fechar e pensamos que este é um mau sinal que se dá a estas populações".

Nesta visita o PSD ficou a conhecer a proposta da Associação de Municípios do Pinhal Interior que defende um novo traçado para o IC 31 que em vez de terminar em Castelo Branco é deslocado para norte e irá ligar Termas de Monfortinho em linha recta ao IC8. As acessibilidades são para Santana Lopes um bom exemplo do desequilíbrio que existe entre o litoral e o interior "apesar de tudo hoje o litoral está bem servido de auto estradas mas se olharmos para o mapa de Portugal faltam estradas que liguem as zonas de fronteira ao litoral".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados