RCB/TuneIn
Sábado, 20 Abr 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
SCC: JOSÉ MENDES QUER CLUBE NA I LIGA ATÉ 2022
Rádio Cova da Beira
A quatro anos de completar o centenário(02/06/2023), o Sp. Covilhã, depois de quase ter conseguido a subida à I Liga em 2014/15, José Mendes(reeleito presidente do clube no passado dia 7 de março para mais três anos de mandato), deseja alcançar esse desidrato até 2022. Em declarações à RCB o líder dos serranos refere que " se sócios, empresários e entidades desta cidade nos ajudarem é possível".
Por Miguel Malaca em 19 de Mar de 2019

Outras da categoria:

José Mendes acrescenta ainda à RCB que " com mais apoio financeiro, para termos mais e melhores jogadores e treinadores, e com um orçamento a rondar os 2 milhões ou 2 milhões e meio de euros, não posso garantir, mas que ficamos mais perto da subida, isso é verdade, mas vamos lá, não tenham dúvidas disso. As pessoas desta cidade não se podem esquecer que estamos de facto a um passo da I Liga, e este é um sonho que tenho, levar este clube ao patamar mais alto do futebol português". Afirmou o presidente dos leões da serra.

Também, em declarações à agência Lusa, e após mais uma vitória no campeonato da II Liga(2-0 ao Famalicão), o líder do Sporting da Covilhã reafirmou que " tenho como objectivo até ao fim do mandato fazer regressar o clube à I Liga de futebol", algo que não acontece desde 1987/88.

"O Sporting da Covilhã é o clube com mais épocas seguidas na II Liga, 12. Temos o estatuto e temos de começar a pensar em chegar lá, mas com os pés bem assentes no chão, porque não vamos abdicar do rigor financeiro. Não é de qualquer maneira. Queremos chegar à I Liga com os pés bem assentes no chão", sublinhou José Mendes.

O presidente, há 15 anos no cargo, afirmou ter também um dos orçamentos mais baixos do segundo escalão, "cerca de 750 mil euros para acabar esta época bem, garantindo a manutenção, e programar a próxima". Disse.

A equipa serrana não começou bem a temporada, mudou de treinador em setembro(saiu Dito e entrou Filipe Rocha), uma vez que não estava a conseguir obter os resultados pretendidos na primeira metade do campeonato e chegou mesmo a dezembro no 18º e último lugar da tabela.

Após a reabertura de mercado em janeiro, o clube reforçou-se com seis novos jogadores, ficando o plantel mais equilibrado e com mais qualidade também, e a partir de 6 de janeiro(última derrota em Matosinhos frente ao Leixões), já somou dez jogos seguidos sem perder(sete vitórias e três empates) e encontra-se no sétimo  lugar, com 37 pontos, a nove do terceiro lugar e a onze do segundo, quando faltam oito jornadas para o final da II Liga.

Para além de estar dez jogos consecutivos sem perder, o Sp. Covilhã, é, para já também, a única equipa da II Liga que ainda não perdeu na 2ª volta do campeonato e desde de novembro último não sabe o que é ser derrotado no Santos Pinto(4 meses).

"A equipa está com outros custos que não tinha no início do campeonato. Gastámos mais do que estávamos a pensar gastar, mas dentro dos limites, porque mantemos o princípio de sermos um clube cumpridor", rematou José Mendes à Lusa e RCB.

Entretanto, Filó vai agora aproveitar a paragem da competição, durante aproximadamente duas semanas, "para trabalhar mais e melhor com todo o plantel, nomeadamente com aqueles que chegaram ao clube apenas à dois meses. Ainda há muito trabalho a fazer e a manutenção não está garantida. Estamos bem, a ganhar, mas eu quero mais e os jogadores também, para podermos alcançar a melhor classificação possível", refere o treinador serrano à RCB. 

Zarabi está recuperado da lesão, já treina hoje em pleno.

Jaime e Deivison, viram o quinto cartão amarelo frente ao Famalicão, e ficam de fora do próximo desafio.

O Sp. Covilhã jogará na jornada 27 da II Liga na capital algarvia com o Sp. Farense.

O encontro está marcado para dia 31 de março.

Relato na RCB.

 


 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados