RCB/TuneIn
Domingo, 21 Out 2018
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
EXPECTATIVAS GORADAS
No primeiro aniversário do destacamento territorial da GNR de Castelo Branco, o comandante distrital daquela força de segurança lamenta que a colocação de novos efectivos no distrito tenha ficado abaixo do esperado
Por Nuno Miguel em 29 de Mar de 2010

Outras da categoria:

Hélder Almeida sublinha que no último ano "foram alcançados alguns objectivos ao nível da melhoria de instalações e chegada de novos equipamentos mas o reforço do efectivo não correspondeu às nossas expectativas".

Apesar disso Hélder Almeida acrescenta que "em 2009 a criminalidade em geral e os índices de sinistralidade verificaram um descréscimo; contrariando uma tendência que se vinha verificando, o que faz com que Castelo Branco sejam um dos distritos do país onde esses indices são menores".

Palavras escutadas pelo segundo comandante geral da GNR que marcou presença nesta cerimónia. Mário Augusto Cabrita reconhece que "há necessidade de incorporar novos efectivos ao comando territorial; no entanto refere que o número de novas incorporações foi escasso para satisfazer todas as necessidades". O responsável acrescenta que "agora foi dada prioridades aos distritos onde o indice de criminalidade é maior o que, felizmente, não é o que se passa em Castelo Branco. De qualquer forma numa futura incorporação de novos militares este comando distrital vai ser contemplado".

Actualmente o quadro de efectivos do destacamento da GNR de Castelo Branco é composto por 717 militares divididos pelo comando territorial, 6 destacamentos e 31 postos.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2018 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados