RCB/TuneIn
Terça, 26 Set 2017
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
"JUSTIFICAÇÃO LAMENTÁVEL"
Carlos Casteleiro considera que a câmara da Covilhã não pode justificar cortes financeiros no apoio às associações do concelho alegando orientações do governo nesse sentido.
Por Nuno Miguel em 26 de Mar de 2010

Na última reunião da assembleia municipal o deputado do PS apresentou dois ofícios, assinados por vereadores do PSD, e onde lamenta a postura e os argumentos utilizados por um dos autarcas "num dos casos o vereador termina dizendo que, por justificações orçamentais, não é possível proceder à atribuição do apoio. Este vereador considero-o o sério competente. Já o outro vereador dá a mesma justificação e acrescenta a frase por orientações emanadas do governo. Este vereador revela uma postura esquizofrénica e destila ódio perante a maior figura da nossa cidade que é o actual primeiro ministro".

Críticas rejeitadas pelo presidente da câmara da Covilhã que considera que a justificação apresentada é válida " o senhor vereador não disse mais do que a verdade". Carlos Pinto diz não compreender a surpresa manifestada pelo deputado do PS "porque todas as decisões do governo tem impacto na actividade municipal e por isso não se pode apaudir os cortes do governo e em simultâneo exigir à câmara que se substitua nesse papel".


  Redes Sociais   Facebook

2007—2017 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados