RCB/TuneIn
Quarta, 22 Mai 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
CULTURA
FARIA DE VASCONCELOS HOMENAGEADO NA SUA TERRA NATAL
Rádio Cova da Beira
Castelo Branco vai homenagear, durante dois dias, a figura de António Faria de Vasconcelos. Trata-se de um conjunto de iniciativas realizado em parceria pela câmara municipal, pela junta de freguesia, pelo instituto politécnico e pela associação de estudos histórico-culturais, educativos e patrimoniais e que pretende colocar em destaque do pedagogo, natural daquela cidade, e que ainda hoje dá o seu nome a uma das escolas do ensino básico daquele concelho.
Por Nuno Miguel em 01 de Mar de 2019
Nascido em Castelo Branco no dia dois de Março de 1880, António Faria de Vasconcelos obteve o grau de bacharel em leis na faculdade de direito da universidade de Coimbra, tendo depois feito o doutoramento em ciências sociais na universidade nova de Bruxelas. Foi professor universitário e integrou o movimento da “Escola Nova”, um movimento de renovação do ensino que surgiu em Portugal em finais do século XIX.
Para o presidente da câmara municipal de Castelo Branco, Luís Correia, esta é uma homenagem que pretende valorizar a história daquela cidade e toda a comunidade “vamos promover um conjunto de iniciativas de homenagem a Faria de Vasconcelos e que estão enquadradas naquilo que a câmara municipal tem vindo a fazer no sentido de homenagear figuras relevantes da nossa história. Julgamos que desta forma estamos a valorizar a história de Castelo Branco, toda a nossa comunidade, e este conjunto de iniciativas acaba por ser no fundo uma homenagem a todos os albicastrenses”. 
As actividades arrancam esta sexta-feira, com um colóquio onde vão ser abordadas as várias temáticas relacionadas com a perspectiva científica e pedagógica de António Faria de Vasconcelos. Uma iniciativa que vai decorrer nas instalações da escola superior de educação. No sábado vai ser apresentado um livro com os momentos mais marcantes do seu trabalho, inaugurada uma praceta com o seu nome e também será descerrada uma placa na casa onde nasceu. A cerimónia contempla ainda a transladação dos restos mortais de Faria de Vasconcelos do cemitério dos prazeres em Lisboa, onde está sepultado desde Agosto de 1939, para o cemitério de Castelo Branco.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados