RCB/TuneIn
Quarta, 11 Dez 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
GNR NAS ESTRADAS COM "VE√ćCULOS MAIS SEGUROS"
Rádio Cova da Beira
A partir desta segunda-feira, at√© dia 27 de Fevereiro, a Guarda Nacional Republicana anda nas estradas de todo o pa√≠s a realizar uma "opera√ß√£o de fiscaliza√ß√£o intensiva" sobre as condi√ß√Ķes de seguran√ßa dos ve√≠culos em circula√ß√£o.
Por Paulo Pinheiro em 25 de Feb de 2019

Outras da categoria:

A inspecção periódica, alterações às características dos veículos, peliculas não homologadas, estado dos pneus e das luzes merecem toda a atenção dos militares.

 

Denominada “Veículos Mais Seguros”, a operação pretende contribuir “para um ambiente rodoviário mais seguro e para a redução dos índices de sinistralidade rodoviária”.

 

De acordo com a GNR, estudos efectuados revelam que um em cada seis automóveis, que hoje em dia circulam nas estradas portuguesas, tem mais de duas décadas de idade, o que torna ainda mais importante a realização das inspecções periódicas, uma vez que estas visam assegurar as boas condições de funcionamento e segurança dos veículos.

 


Da análise efectuada aos resultados das acções de fiscalização levadas a cabo pela GNR, no triénio de 2016 a 2018, constata-se que tem existido um maior descuido no que à segurança dos veículos diz respeito, tendo-se registado um aumento das autuações por falta de inspecção periódica em cerca de 30%, passando de 21 640 infracções registadas em 2016, para 27 864, em 2018. No mesmo sentido, a GNR detectou, no ano de 2016, cera de 25 000 infracções relacionadas com anomalias nos pneus e nos sistemas de iluminação e sinalização dos veículos, valor que ultrapassou as 30 000, no ano de 2018, o que representa um aumento de 20%.

 

“Estes indicadores, aliados ao agravamento da degradação do estado geral dos veículos, demonstram uma atitude negligente por parte dos respectivos condutores e proprietários, que poderá ter reflexos negativos na capacidade de reacção a um imprevisto e contribuir para a ocorrência de um acidente de viação”, refere a Guarda Nacional Republicana.

 

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados