RCB/TuneIn
Sexta, 05 Mar 2021
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL�TICA
CIM PODE FAZER MAIS E MELHOR
Rádio Cova da Beira
A supremacia de Castelo Branco na Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa, tem sido o principal desconforto no seio do conselho executivo da mais pequena comunidade intermunicipal do país, admite o autarca de Penamacor, António Beites.
Por Paula Brito em 21 de Feb de 2019
 

“Esta comunidade ficou desde o início completamente descompensada porque um dos seis municípios, Castelo Branco, tem aqui uma voz superior a todos os outros porque sozinho tem mais de 50% da população. Esta errada concepção da comunidade foi a questão que mais situações tem gerado de desconforto ou de posições diferentes dos seis autarcas que compomos a comunidade, mas volto a frisar temos condições para fazer mais e melhor.”

Em entrevista ao programa Flagrante Directo da RCB, António Beites considera que a opção de Penamacor seguir para sul deixando a ligação natural e histórica à Cova da Beira, não faz sentido. O autarca de Penamacor admite que as questões políticas tenham tido peso na decisão:

 “Eventualmente houve condicionantes dessa natureza, que se calhar, hoje, algumas, estão a pagar-se bem caras. Porque a falta de continuidade territorial em termos da identidade cultural, e não só, destes territórios desmembrou questões. Desmembrar o concelho de Penamacor dos concelhos da Cova da Beira, é qualquer coisa que historicamente não faz sentido.”  

Além de Penamacor, fazem parte da Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa os concelhos de Idanha a Nova, Castelo Branco, Vila Velha de Ródão, Proença a Nova e Oleiros.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2021 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados