RCB/TuneIn
Segunda, 14 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
DESPORTO
ESQUI ALPINO: BRANCAL FOI 48¬ļ EM ARE
Rádio Cova da Beira
O covilhanense Ricardo Brancal terminou no passado domingo na 48ª posição (entre os 100 que terminaram a prova) a final de slalom dos Mundiais de esqui alpino realizada em Are na Suécia, na qual o austríaco Marcel Hirscher revalidou o título. O português (campeão nacional em título) finalizou com o tempo total de 3'04''66, depois de ter feito 1'33''06, na 1ª manga e 1'31''60 na 2ª.
Por Paulo Pinheiro em 19 de Feb de 2019

Recorde-se que para além de Ricardo Brancal a Federação de Desportos de Inverno de Portugal (FDIP) com sede na Covilhã, esteve ainda representada na competição sueca com mais dois esquiadores.

 

Vanina Oliveira, terminou a prova de slalom na 37ª posição entre 97 participantes, enquanto Samuel Almeida conseguiu apurar-se para a final de slalom gigante, terminando a competição em 59º lugar entre 120 atletas.

 

Entretanto no Festival Olímpico da Juventude Europeia, à qual também a RCB deu nota na devida altura, outro covilhanense (Manuel Ramos), esteve presente em Sarajevo na Bósnia-Herzegovina, onde conseguiu obter na prova de slalom a 51ª posição entre 105 esquiadores.

 

Ao nível do snowboard, o atleta nacional Christian Oliveira, conseguiu (após a obtenção de bons resultados no Campeonato do Mundo da modalidade), alcançar um 2º lugar entre 33 atletas em slalom gigante paralelo, numa prova FIS, que se realizou em Simonhoehe na Áustria.

 

As participações portuguesas não se ficam no entanto por aqui.

 

Na próxima semana irá começar o Campeonato do Mundo Júnior de Esqui Alpino, que se disputará em Itália, na região de Val di Fassa, e em março têm início as Universíadas de Inverno em Krasnoyarsk, na Rússia.

 

Questionado sobre a importância destes excelentes resultados obtidos pelos atletas lusos, o presidente da direcção da FDIP, refere que " são resultados assim que motivam estes atletas e as suas famílias a continuarem a apostar nestas modalidades, que motivam a Federação a continuar a trabalhar e que, espero, motivem os decisores nacionais a acarinhar o nosso futuro", disse o covilhanense Pedro Farromba.


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados