RCB/TuneIn
Segunda, 22 Jul 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
USCB EXIGE REABERTURA DAS URG?NCIAS NO FUND?O
Mais de quatro centenas de pessoas participaram na manifesta??o distrital de contesta??o ?s pol?ticas do Governo. A iniciativa, convocada pela uni?o dos sindicatos do distrito, decorreu em Castelo Branco e foram v?rias as exig?ncias feitas por aquela estrutura sindical.
Por Paulo Pinheiro & Nuno Miguel em 10 de Feb de 2008
A união dos sindicatos do distrito de Castelo Branco (USCB) exige à nova ministra da saúde a reabertura do serviço de urgência do hospital do Fundão. A reivindicação formulada na manifestação distrital de protesto às políticas seguidas pelo Governo. A iniciativa juntou mais de quatro centenas de pessoas que efectuaram, a pé, o percurso entre a rotunda dos templários e a câmaras municipal. Para Luís Garra, coordenador da USCB, não faz sentido mudar o titular da pasta da saúde e manter as políticas erradas”seria inaceitável que a actual ministra da saúde mantivesse decisões erradas e desse cobertura aos jogos e jogadores que no distrito querem com a saúde servir-se das pessoas. Exigimos a reabertura das urgências do hospital do Fundão, melhorando e requalificando-as”. O sindicalista enalteceu a forte adesão da população ao abaixo-assinado lançado pela união dos sindicatos, subscrita em vinte dias por mais de mil e trezentas pessoas, para a convocação de uma reunião extraordinária da assembleia municipal do Fundão para reanalisar o tema “apelo para que no dia em que se realizar a reunião todas as pessoas devem estar em peso a exigir a reabertura das urgências no Fundão”. O aumento do custo de vida, os baixos salários, o aumento da precariedade laboral e o encerramento de serviços na região foram as tónicas dominantes dos discursos. O eventual encerramento de comarcas judiciais no distrito foi outras das preocupações apresentadas pela USCB garantindo que “ essa é uma batalha que o movimento sindical vai travar nos próximos tempos”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados