RCB/TuneIn
Domingo, 17 Fev 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
INVESTIMENTO DE 200 MIL EUROS ÀS MOSCAS
Rádio Cova da Beira
A inspec√ß√£o de ve√≠culos, no Centro de Inspec√ß√Ķes do Fund√£o, baixou na √ļltima d√©cada 14%. Al√©m da crise, que estagnou o mercado autom√≥vel, o governo travou as inspec√ß√Ķes aos ve√≠culos motorizados, deixando, no caso da Motorbeira, um investimento de 200 mil euros √†s moscas desde 2016.
Por Paula Brito em 07 de Feb de 2019

"Fizemos um investimento para o início das inspecções aos veículos motorizados que está a apodrecer por causa do poder político. Obrigaram-nos a equipar, com urgência e prazos, nós cumprimos os prazos e no dia 9 de Maio de 2016 estávamos prontos a fazer inspecções, com a mudança do governo tudo parou, está cancelado e não se sabe sequer quando vai começar.” 

À RCB, José Luís Adrião fala ainda da redução do número de inspecções na última década, menos 5 mil viaturas inspeccionadas, fruto da crise que estagnou o mercado automóvel.  

“Depois daquela crise de 2008 para cá, tem-se verificado que as inspecções têm vindo a diminuir, em todo o país, por via das vendas terem diminuído durante os quatro anos a seguir a 2011. A recuperação terá começado em 2015 mas os efeitos a nível de inspecções far-se-ão sentir provavelmente a partir este ano.” 

O gerente da Motorbeira, empresa que este ano comemora 25 anos, orgulha-se de ter o centro de inspecções do país com a maior taxa de chumbo, uma vez que no sector significa maior qualidade no serviço.  

“Eu posso gabar-me de termos à volta de 16% de taxa de reprovação e a média andará nos 7 a 8%, isto deixa as pessoas a pensar. Uma das razões foi a abertura de novos centros de inspecção, mas o poder político esqueceu-se que esta actividade não se coaduna com maior oferta porque a consequência é baixar a qualidade.”

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados