RCB/TuneIn
Quinta, 21 Fev 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
OURONDO SEM MÉDICO HÁ TRÊS SEMANAS
Rádio Cova da Beira
A população de Ourondo (Covilhã) tem estado privada do acesso à saúde. Fez esta sexta-feira, dia 1 Fevereiro de 2019, três semanas que o clínico que presta serviço no posto médico daquela freguesia “é desviado para o serviço de urgência do Hospital da Covilhã”.
Por Paulo Pinheiro em 02 de Feb de 2019

Outras da categoria:

A denúncia é feita pelo Movimento Povo Ourondo/Relvas, que em comunicado afirma não compreender “o que vai na cabeça e no pensamento da ACESS Cova da Beira de privar a população do seu médico sem oferecer alternativa”.

“É indigno e um atentado contra a população na sua maioria idosa logo mais dependente de cuidados de saúde”, refere o MPOR.

Refira-se que o médico desloca-se uma tarde por semana, à sexta-feira, àquela aldeia do concelho da Covilhã.

Os responsáveis do Movimento exigem que o Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) da Cova da Beira trate a população daquela freguesia “como cidadãos de plenos direitos, não como matéria descartável como têm feito”.

O Movimento Povo Ourondo/Relvas aproveita para reafirmar que aquelas localidades continuam sem interlocutores na aldeia “cada dia que passa nesta malfadada agregação é um dia de muita dor e revolta”, concluí.

Até ao momento, não foi possível obter esclarecimento do ACES Cova da Beira.  


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados