RCB/TuneIn
Segunda, 22 Abr 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“EXERCÍCIO SEM SUBSTÂNCIA, OCO E IRRESPONSÁVEL”
Rádio Cova da Beira
É desta forma que os eleitos do CDS/PP na assembleia de freguesia da Covilhã e do Canhoso classificam a decisão tomada pelo executivo em ter aceitado a proposta de delegação de competências ao abrigo do pacote de descentralização apresentado pelo governo.
Por Nuno Miguel em 02 de Feb de 2019

Outras da categoria:

Em comunicado, José Horta, Sandra Sousa e Sérgio Sousa, que votaram contra a proposta na reunião extraordinária do órgão que decorreu na passada quinta-feira, consideram que “a descentralização de competências não pode ser transferida para as freguesias, sem que as mesmas tenham um acompanhamento financeiro adequado e compatível para a sua execução. A sua aceitação deveria ser alvo de uma análise financeira muito cuidada no impacto do orçamento da união de freguesias”.
Os eleitos do CDS/PP consideram ainda intoleráveis as declarações do presidente da união de freguesias, que terá afirmado nesta reunião do órgão que "aceitar não quer dizer que temos de implementar". Para os três deputados “aceitar significa um princípio de compromisso, sério, correto e honesto. E nós não estamos nem queremos estar na política embutidos neste clima de hipocrisia e falsidade. Entendemos que estas competências não resultam num benefício claro para a população da união de freguesias. Antes e pelo contrário, só vêm prejudicar”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados