RCB/TuneIn
Domingo, 17 Fev 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
DIRIGENTES REALIZARAM “UM TRABALHO NOTÁVEL”
Rádio Cova da Beira
José Miguel Oliveira faz uma avaliação muito positiva da resposta dada pelo movimento associativo do concelho ao novo regulamento de apoio ao associativismo. Terminado o prazo para a apresentação de candidaturas foram recebidos 88 projectos para apoio à actividade regular, duma dotação orçamental de 199 mil euros; 19 iniciativas de carácter supraconcelhio que representam um investimento de 25 mil euros e ainda 65 candidaturas para aquisição de equipamentos e infraestruturas em que o montante disponível é de 75 mil euros.
Por Nuno Miguel em 24 de Jan de 2019
De acordo com o vereador com o pelouro do associativismo na câmara da Covilhã estes números “demonstram claramente aquilo que nós já suspeitávamos, e que agora temos a certeza, que é a vitalidade e a capacidade de realização do movimento associativo. Tivemos candidaturas excelentes, muito bem preparadas, houve um trabalho notável dos dirigentes e que, desde a primeira hora, responderam a este desafio que a câmara municipal lhes lançou. Foi um processo que se iniciou há quase um ano e este é mais um passo de uma caminhada que só irá terminar com a concretização do processo no final deste ano”.     
Em declarações à RCB o autarca mostra-se convicto de que os primeiros protocolos de apoio devem ser assinados antes do final do próximo mês de Março “esta parte das candidaturas agora encontra-se em audiência prévia. As associações podem ver os processos e os critérios que foram utilizados, demonstrando isso total transparência por parte da câmara municipal. Depois vamos ter a aprovação dos protocolos e a sua assinatura que deve ser feita até final de Março, sendo que inicialmente vai ser feita uma transferência de 30 por cento da verba para todas as associações e depois a partir dai passa para as associações a sua execução e as restantes verbas serão liquidadas de acordo com os pedidos de pagamento que nos forem apresentados”.  
José Miguel Oliveira deixa ainda a garantia de que “em Setembro, antes da definição dos critérios para 2020, vamos ter uma reunião magna com o movimento associativo para fazer um balanço deste primeiro processo. Não nos achamos donos da verdade, os dirigentes associativos foram nossos parceiros na elaboração do regulamento e faz todo o sentido que continuem a sê-lo para a melhoria de todo este processo. Estou convencido que neste espírito vamos ter cada vez mais e melhor associativismo no nosso concelho”.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados