RCB/TuneIn
Terça, 25 Jun 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
AAUBI: PRESIDENTE TRAÇA PRIORIDADES PARA NOVO MANDATO
Rádio Cova da Beira
O reeleito presidente da direcção da AAUBI quer ver reforçada a representatividade dos estudantes no conselho geral da universidade da Beira Interior. O objectivo foi definido por Afonso Gomes na cerimónia de tomada de posse dos novos órgãos sociais da associação académica.
Por Nuno Miguel em 11 de Jan de 2019
“Na sua constituição o conselho geral contempla a representação de um aluno por cada faculdade existente na UBI mas deixa de fora a sua associação académica. Por isso irei lançar o desafio ao reitor e ao presidente do conselho geral para que seja alterado o regulamento do órgão máximo da nossa universidade, incluindo no mesmo o presidente da associação académica, para que possa representar de uma forma mais abrangente o interesse de toda a comunidade estudantil”.
Afonso Gomes mostrou-se ainda satisfeito com a redução do valor máximo das propinas no orçamento de estado para 2019 mas espera que a medida seja incluída na lei de bases do sistema educativo, sob pena de no futuro esse valor vir novamente a aumentar “este ano trouxe-nos boas notícias no que toca à fatia de financiamento directo por parte dos estudantes em relação às instituições de ensino superior. Falo obviamente da redução do tecto máximo da propina dos 1068 euros para os 856 euros. Conteúdo é importante recordar a necessidade de alterar a lei de bases pois esta redução só está contemplada na lei do orçamento para 2019, podendo ser revertida em 2020. Entendemos ainda que alternativas que venham a ser apresentadas pela tutela ou pelas instituições para fazer face a esta diminuição não podem passar nunca pelo aumento das taxas que sobrecarreguem os estudantes”. 
Para este novo mandato, outro dos grandes objectivos é a criação, no seio da AAUBI, de um departamento ligado à inovação e à internacionalização “a nossa associação, à semelhança da UBI, cresce a olhos vistos e torna-se basilar ter uma estrutura que consiga acompanhar de uma forma competente e profissional todos os projectos em que estamos inseridos. A alteração mais visível nessa matéria é a criação de um departamento vocacionado para o empreendedorismo e para a internacionalização com a finalidade de aproximar os estudantes que terminam os seus ciclos de estudo às empresas e também dar um acompanhamento mais próximo a todos os estudantes internacionais que compõem a nossa universidade”.      
Nesta cerimónia de tomada de posse, Afonso Gomes voltou a mostra alguma preocupação em relação ao alojamento dos estudantes, dada a elevada percentagem de alunos deslocados que frequentam a UBI. Por isso o presidente da associação académica considera que “urge a necessidade de se passar do debate acerca da construção de novas residências académicas para a sua efectivação. Actualmente a UBI tem cerca de 7400 estudantes e desses cerca de 5000 estão fora da sua área de residência e a universidade apenas dispõe de 800 camas nas suas instalações. Essa situação obriga os jovens a procurar o mercado privado, aumentando a especulação imobiliária, e alimentando também, por falta de alternativa e necessidade extrema, o mercado paralelo”.   
Mas também ao nível da fixação de jovens quadros no concelho, o reeleito presidente da direcção da AAUBI não perdeu a oportunidade para enviar um recado ao presidente da câmara da Covilhã “todos os anos saem da UBI cerca de 800 alunos formados sendo que muitos deles abandonam o interior e deslocam-se para o litoral à procura de uma oportunidade por desconhecerem as ofertas de emprego na nossa região e, muitas das vezes, até por inexistência das mesmas. É fundamental que neste aspecto, para que se aproveite a mão de obra especializada que muitos benefícios poderiam trazer ao concelho em todas as áreas, que o município defina uma estratégia clara relativamente ao que pretende para o seu futuro e assuma aquilo em que a Covilhã se tornou; uma cidade universitária”. 
Uma cerimónia em que João Canavilhas foi o representante da equipa reitoral. O vice reitor para a área do ensino deixou um apelo aos docentes para que valorizem mais a participação dos jovens no movimento associativo “é algo que devia ser mais valorizado pelos docentes e não acontecer aquilo que sucede muitas vezes em que o aluno que participa nas actividades depois é prejudicado na sua carreira académica. Todos sabemos que há situação que nem sequer é possível comprovar e também é verdade que uma ou outra pessoa tente recorrer a este estratagema de pertencer a um núcleo ou a uma equipa para ter uma vantagem qualquer mas, na generalidade, aquilo que acontece é que os nossos dirigentes se dedicam muito às suas actividades e depois acabam por ser prejudicados quando deveriam, de alguma forma, ser acarinhados para que no futuro continuem a existir dirigentes”. 
Já o presidente da câmara municipal afirma que é um orgulho para a Covilhã ter sediada uma instituição com o prestígio que a UBI tem demonstrado ao longo da sua vida. Quanto à reivindicação apresentada pelo presidente da associação académica, Vítor Pereira garante que “o município está muito atento à evolução da academia e vamos continuar a apoiá-la dentro das nossas possibilidades. A universidade é o grande motor de desenvolvimento da nossa cidade, do concelho e da região. Para a Covilhã é um privilégio ter sediada uma universidade com o prestígio que tem a UBI. É um feito assinável porque estamos a falar de uma instituição que tem apenas 30 anos mas que tem um posicionamento científico e académico notável em termos nacionais e internacionais”.
Dar continuidade à parceria com a UBI e com a câmara da Covilhã para a realização da feira de emprego é outras das prioridades que o presidente da direcção da AAUBI espera concretizar em 2019. Nesta cerimónia de tomada de posse para um novo mandato, Afonso Gomes referiu que é ainda intenção propor uma parceria também aos municípios do Fundão e de Belmonte para que a região possa acolher novamente a fase final dos campeonatos nacionais universitários.

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados