RCB/TuneIn
Terça, 20 Ago 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“É URGENTE ENCONTRAR A MELHOR SOLUÇÃO”
Rádio Cova da Beira
O presidente da comunidade intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela espera que até final de Fevereiro seja possível estabelecer um entendimento com o governo em relação às dívidas das autarquias para com o sistema multimunicipal das “Águas do Tejo”.
Por Nuno Miguel em 10 de Jan de 2019

A questão esteve em cima da mesa durante a última reunião do conselho executivo da CIM, que em Figueira de Castelo Rodrigo, e o presidente daquele organismo refere que é a realização das próximas eleições legislativas que leva as autarquias a pressionar o estado para que o acerto de contas seja uma realidade “eu acredito que até Fevereiro vai ser possível encontrar uma solução para este problema. Se assim não for eu entendo que o horizonte de concretização será quase impossível porque estamos na recta final da actual legislatura. Há um documento que já foi aprovado em conselho de ministros mas que ainda não conheceu a luz do dia e que é fundamental para nós, tendo em conta que há um conjunto de acções que logo no dia seguinte tem de ser levadas por diante e que está relacionado com a situação dos municípios devedores e a forma que vão encontrar para ultrapassar este problema”.  


Carlos Filipe Camelo considera que não há tempo para mais atrasos neste processo, que se arrasta há vários anos, sendo que há situações diferentes entre os 16 municípios que integram o sistema “todos os municípios são credores das águas. Alguns deles, ao serem ressarcidos podem ficar, por essa via, com as suas contas em dia com as «Águas do Tejo». Há outros que em, depois do encontro de contas, tem um diferencial de dívida ao sistema mas que podem encontrar uma solução com a banca num espaço temporal que pode chegar aos 25 anos. É isso que nos falta efectivamente saber do documento que foi aprovado em conselho de ministros para que todos nós encontremos a melhor forma de acautelar a gestão dos nossos municípios”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados