RCB/TuneIn
Quarta, 16 Jan 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“HÁ OU NÃO INCOMPATIBILIDADES?”
Rádio Cova da Beira
A bancada do movimento “De Novo Covilhã” na assembleia municipal daquele concelho quer conhecer os critérios que estiveram na base da composição da equipa de protecção de dados que foi criada pela autarquia. A questão foi levantada por Teresa Fazendeiro na última reunião do órgão e onde a eleita denunciou a existência de situações de incompatibilidade entre membros dessa equipa que tem contratos de avença com a câmara da Covilhã.
Por Nuno Miguel em 05 de Jan de 2019
“Verificamos que existem avençados desta autarquia que, para além de desempenharem vários cargos, todos eles alvos de avença em várias empresas municipais, ocupam também cargos políticos nesta mesa assembleia e ainda possuem um cargo que, por lei, não é obrigatório na equipa de protecção de dados. Não haverá aqui alguma incompatibilidade, nem que seja ética? Não faltará experiência e competência a quem foi nomeado tal como é recomendado no regulamento geral de protecção de dados?”.   
A resposta à eleita do movimento chegou por intermédio de Pina Simão. O deputado socialista sublinha que “na câmara ainda não foi designado o responsável pela protecção dos dados dos cidadãos e nem sei muito bem ao que é que a senhora deputada se está a referir. Sei que há um responsável de protecção de dados numa das empresas municipais, que está a exercer formalmente funções, mas até por acaso as exerce sem ser remunerado por isso. Não sei se sabia disto mas a verdade deve estar acima de tudo”. 

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados