RCB/TuneIn
Quarta, 16 Jan 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
SOCIEDADE
FUNDÃO LEVA TECNOLOGIA NA ÁREA DO CANCRO AO WEB SUMMIT
Rádio Cova da Beira
O Fundão vai apresentar no próximo Web Summit um produto desenvolvido a partir do Centro de Negócios, pela empresa Powerful Screen, na área do cancro, designado “Screen4cancer”.
Por Paula Brito em 03 de Jan de 2019

Outras da categoria:

"A câmara municipal do Fundão vai envolver-se num calendário de entregas que nós vamos fazer de produtos feitos a partir do Fundão, vamos fazer um pitch, no Web Summit, em Lisboa, onde apresentaremos o produto Screen4cancer na sua fase de produto mínimo viável. No início do ano 2020 integraremos o produto nas redes oncológicas nacionais”. Refere Antero Carvalho, director executivo da empresa que, em contrapartida,  vai pedir a colaboração da rede oncológica para a realização de ensaios clínicos que pretendem provar cientificamente o que a equipa de investigação já sabe de forma empírica: a imunoterapia com células dendríticas, pode prevenir o regresso do cancro.

“Como sabemos, mesmo nos doentes que passam pela doença e são curados, há uma forte possibilidade da doença voltar, dependendo dos tipos de cancro. Está provado, embora de forma empírica, que tratamentos posteriores ou durante o tratamento da quimio e radioterapia, com imunoterapia com células dendríticas, pode prevenir o regresso da doença. Como não existe um ensaio clínico nós não podemos afirmar isto de forma científica.”     

Assim, em Setembro, vai começar a ser fabricada uma vacina, não para curar mas para prevenir a possibilidade de remissão do cancro em doentes tratados com quimio e radioterapia, a partir do Ubi medical.  

“O plano que tínhamos para fabricar vacina em 2019 vai acontecer, não vai ser o Centro Europeu de Desenvolvimento de Terapias Complementares do cancro, que será no hospital do Fundão, porque a obra está atrasada, mas entretanto nós vamos acelerar o processo abrindo laboratórios no Ubi medical, ou seja, a partir de Setembro vamos estar a fabricar vacina em conceito de medicamento inovador.”

Esta foi a fórmula encontrada para resolver a fragilidade financeira da região, “que tem o potencial mas não o capital”, e dar seguimento ao projecto do Centro Europeu de Desenvolvimento de Terapias Complementares do Cancro, apresentado em Maio último na moagem ( ver notícia: http://www.rcb-radiocovadabeira.pt/pag/45978 ) 

“Nós tivemos que procurar uma solução para a região, essa solução passou por algum know how que nós tínhamos noutras áreas, nomeadamente no desenvolvimento de Inteligência Artificial e Software, como o caso que entrega já ao mercado um produto educativo e que levámos a um road show financeiro onde fontes de investimento ligadas a tecnológicas olharam para o pitch do projecto e se comprometeram a financiar a parte de investigação e desenvolvimento para o cancro, tendo como objectivo e interesse, simplesmente o desenvolvimento do conceito de software que nós temos por trás, quer do produto que vamos entregar para o cancro já, quer do produto que vamos encontrar para a educação.”

O produto educativo vai ser apresentado no próximo dia 1 de Junho no Fundão. (ver noticia: http://www.rcb-radiocovadabeira.pt/pag/50010 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados