RCB/TuneIn
Quarta, 16 Jan 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
BOIDOBRA APROVA ORÇAMENTO PARA 2019
Rádio Cova da Beira
A assembleia de freguesia da Boidobra aprovou por maioria as grandes opções do plano da autarquia para 2019. O valor do orçamento vai rondar os 219 mil euros mas apesar de ter viabilizado a aprovação dos documentos nenhum dos eleitos da oposição votou a favor das propostas da junta.
Por Nuno Miguel em 02 de Jan de 2019
O único voto contra foi do eleito do CDS/PP. António Freitas aponta duas razões que estiveram na base desta tomada de decisão “em primeiro lugar entendemos que não foi respeitado na totalidade o estatuto do direito de oposição. Em segundo lugar o nosso voto contra é também a forma como o próprio orçamento é apresentado; é uma cópia do anterior, não trás nenhuma mais valia para a freguesia e mantém a Boidobra como um dormitório da Covilhã e é isso que nós não queremos”.     
Já o eleito da coligação PSD/PP acabou por se abster na votação. Pedro Simões espera agora ver concretizadas algumas das propostas que apresentou e que fazem parte dos documentos aprovados para 2019 “mantemos a posição de não querer parar o desenvolvimento da freguesia. No nosso entender este orçamento não podia ser muito mais ambicioso do que está programado, enquadra algumas das nossas ideias para a freguesia e por isso entendemos que devíamos dar o benefício da dúvida porque queremos que a freguesia não fique parada e se continue a desenvolver”. 
Também os três eleitos do PS acabaram por se abster na votação. Uma postura que o líder de bancada, Aurélio Amaral, justifica “é dar meio voto de confiança à junta de freguesia para fazer o seu trabalho. O facto de nós votarmos contra não seria benéfico para a Boidobra. Por isso reconhecemos algum trabalho que é feito mas importa realçar que existe alguma diferença entre as prioridades que a junta tem e aquelas que nós teríamos se estivéssemos no executivo”. 
Os documentos foram assim aprovados com quatro votos a favor, quatro abstenções e um voto contra. Em declarações à RCB, o presidente da junta da Boidobra refere que 2018 foi o primeiro ano depois das eleições autárquicas e houve vários projectos que foram elaborados. A partir de agora vai entrar-se numa fase de execução e com objectivos bem definidos “desde logo queremos avançar com a requalificação do espaço público da Quinta do Polito. Queremos preparar, com a câmara da Covilhã, também a requalificação do espaço público da praceta conde José Calheiros. Tivemos um concurso de ideias em parceria com o departamento de arquitectura da UBI também para a requalificação do espaço público do bairro dos 80 fogos na Alâmpada, que ficará a cargo da junta de freguesia e esperamos poder avançar com ela já em 2019. Esperamos também poder iniciar o projecto da rota do moinho, com o projecto de requalificação do edifício da junta de freguesia e também com algumas melhorias que são necessárias no parque Duppingheim”.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados