RCB/TuneIn
Terça, 15 Out 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POLÍTICA
“GOVERNO QUER CRIAR ULS QUE ABARQUE GUARDA E COVILHÔ
Rádio Cova da Beira
O presidente da câmara municipal da Guarda acusa o governo de se estar a preparar para desclassificar ainda mais a ULS da Guarda. O tema esteve em cima da mesa na última reunião da assembleia municipal em que foi aprovada, por unanimidade, uma moção de protesto contra a sub orçamentação daquela unidade local de saúde.
Por Paulo Pinheiro em 23 de Dec de 2018

O documento mereceu o voto favorável da bancada do PS, mas Agostinho Gonçalves alertou que esta não é uma questão nova, uma vez que o défice de financiamento começou no último governo entre o PSD e o CDS/PP. Uma intervenção que levou Álvaro Amaro a pedir a palavra para acusar o Partido Socialista de estar consecutivamente a desgraduar o hospitalar da Guarda “neste momento quem governa o país há quase quatro anos é o seu partido, e o seu partido tem desclassificado e desgraduado a ULS da Guarda. E tem em mente, e sei bem do que estou a falar ao contrário dos senhores, que não vos ligam patavina, e olhos nos olhos digo-lhe que o que está em mente do seu governo é acabar com a ULS e ser integrada numa unidade local de saúde que abarque a Covilhã e a Guarda”.   

 

Mas, questiona Agostinho Gonçalves, quem foi que veio recentemente solicitar a criação de um centro hospitalar entre a Guarda e a Covilhã “quem é que falou no Guarda/Covilhã ainda recentemente e de forma pública? Quem foi? Quem é que sugeriu isso ao antigo ministro da saúde. Alguém se recorda? Quem é o que o senhor se julga para dizer que nós não sabemos patavina do que estamos aqui a falar?”.

 

Na resposta, o presidente da câmara da Guarda não esconde o receio de vir a ser criada uma unidade local de saúde da Cova da Beira e que esse processo venha a desclassificar ainda mais a ULS que já existe “se vos ligassem importância política naturalmente que as coisas estariam diferentes na área da saúde. Foi criado um centro hospitalar universitário com sede na Covilhã e era preciso criar o pólo da Guarda para valorizar a componente universitária do nosso hospital. Para além disso a sede da ULS de todo este espaço deve ficar na Guarda, porque é o único que o tem. A Covilhã não o tem. E quando a Covilhã tiver uma ULS engole a da Guarda se os senhores não estiverem atentos”.  

 


  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados