RCB/TuneIn
Quarta, 19 Jun 2019
PUB
UBI
CIMD Cabecalho
POL√ćTICA
NOVE MILH√ēES E 800 MIL EUROS
Rádio Cova da Beira
√Č este o valor do or√ßamento da c√Ęmara de Belmonte para o pr√≥ximo ano. A proposta j√° foi aprovada pelo executivo e vai ser esta tarde submetida √† aprova√ß√£o da assembleia municipal. Um or√ßamento realista, afirma o presidente da autarquia, e que vai ter como grande prioridade a resolu√ß√£o do diferendo que se arrasta h√° v√°rios anos no que respeita ao pagamento das facturas do sistema de abastecimento de √°gua em alta.
Por Nuno Miguel em 20 de Dec de 2018
“Temos um valor ligeiramente inferior ao orçamento de 2018, mas é um documento realista e que tem uma componente muito importante que é começar a resolver o problema da água. Como sabem este ano as tarifas de água, de saneamento e de recolha de resíduos cobradas aos munícipes não aumentaram um cêntimo mas não sei se será possível manter essa situação em 2019 e estou convicto que através do diálogo que iremos manter com a empresa multimunicipal das «Águas do Vale do Tejo» iremos encontrar uma solução que permita resolver esta situação sem endividar brutalmente a câmara”.   
Já em relação ao plano de actividades, António Dias Rocha espera que 2019 possa também ser o ano de arranque de vários projectos que há muito são ambicionados pelo município “temos a transformação do edifício da junta de freguesia de Caria, a obra da nova junta da união de freguesias de Belmonte e Colmeal da Torre, as obras no castelo e no centro interpretativo de «Centum Cellas». Precisamos também de um novo parque empresarial uma vez que o que temos está cheio e é imprescindível avançar com essa obra em 2019. Há um conjunto de obras que queremos, pelo menos, iniciar durante o próximo ano para que estejam concluídas até final do mandato”.   
Na reunião pública do executivo desta manhã, o autarca belmontense anunciou que vai ficar sediada no concelho a brigada de sapadores florestais, que foi constituída a partir de um acordo alcançado com a comunidade intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela “é uma equipa que vai ficar ao serviço de quatro municípios da região mas para já vai ficar sediada em Belmonte. Assumimos essa responsabilidade e agora vamos ver que serviços podem ser prestados e que actividades serão realizadas não só em Belmonte mas também nos municípios vizinhos”. 
Também em 2019, António Dias Rocha espera submeter a candidatura para as obras de requalificação do edifício dos paços do concelho. Esta quinta-feira foram assinados 31 acordos com o governo nesse sentido mas o concelho de Belmonte ainda não foi contemplado nesta fase.  

  Redes Sociais   Facebook

2007—2019 © Rádio Cova da Beira

Todos os direitos reservados